A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

07/05/2018 19:54

Semáforos "duplos" chamam a atenção em troca de equipamentos

Trocas são financiadas por programa de infraestrutura e mobilidade

Kleber Clajus
Equipamentos duplos estão em funcionamento e serão instalados em outras vias (Foto: Paulo Francis)Equipamentos "duplos" estão em funcionamento e serão instalados em outras vias (Foto: Paulo Francis)

Semáforos "duplos" chamam a atenção de quem trafega pelo cruzamento das ruas Pedro Celestino com Dom Aquino, em Campo Grande. Os equipamentos foram trocados nessa semana e, conforme a Agetran (Agência Municipal de Trânsito), outros pontos receberão estruturas similares para que motoristas possam observar adequadamente a sinalização.

Diretor-presidente da agência, Janine de Lima Bruno explicou que a medida será adotada em ruas mais largas "para dar melhor visibilidade, uma vez que aquele semáforo colocado na lateral pode ser encoberto por árvores ou mesmo veículos mais altos". 

A troca das estruturas faz parte de pacote de modernização dos equipamentos, financiado pelo Pró-Transporte (Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana) do Ministério das Cidades. São R$ 6,9 milhões para troca de lâmpadas, colunas e cabeamento em 180 cruzamentos da Capital, nem todos eles com semáforos "duplos".

Constam no cronograma da Agetran mudanças realizadas nas avenidas Ceará, Eduardo Elias Zahran e, agora, na Rua Pedro Celestino. Na sequência, Padre João Crippa e 13 de Maio recebem novos semáforos. Os antigos, por sua vez, terão suas peças reaproveitadas.

Manutenção - Outros 290 cruzamentos recebem manutenção das empresas paulistas ARC Comércio Construções e Administração de Serviços e Meng Engenharia Comércio. As duas formaram consórcio para vencer a licitação de R$ 31,7 milhões e, assim, executar o serviço.

Janine esclareceu que a área de atuação do consórcio CAM contempla vias do Centro e as de maior movimento como, por exemplo, Duque de Caxias e Cônsul Assaf Trad. Além dos semáforos, este também deve prestar serviços de sinalização horizontal e vertical.

Sob responsabilidade da prefeitura, neste caso, ficarão os demais equipamentos instalados na cidade, bem como a conservação das placas e pinturas de sinalização.

Fiscalização - Em breve, segundo adiantou o diretor-presidente da Agetran, condutores vão perceber o retorno do popular "olho vivo", sistema que multa quem excede a velocidade da via, avança no sinal vermelho ou faz uma conversão irregular. Isso porque a licitação vai ser retomada nesta semana. "É um equipamento primordial para a fiscalização", pontuou Janine.

Troca chama atenção, porém visa permitir melhor visualização dos semáforos pelos condutores (Foto: Direto das Ruas)Troca chama atenção, porém visa permitir melhor visualização dos semáforos pelos condutores (Foto: Direto das Ruas)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions