A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Junho de 2017

18/01/2012 13:57

Testemunhas acusam motorista de atropelar jovem e fugir; ele nega

Wendell Reis
Jovem estava com moto estacionada quando foi atropelada na avenida Afonso Pena(Foto:João Garrigó)Jovem estava com moto estacionada quando foi atropelada na avenida Afonso Pena(Foto:João Garrigó)

Tifany Aguilhera Batista, 22 anos, foi atropelada na manhã desta quarta-feira (18), por volta de 11 horas, na avenida Afonso Pena, próximo ao Hospital São Lucas. A jovem estava esperando a mãe, sentada em uma moto, estacionada próxima a calçada, quando foi atropelada por um veículo CRV, de placa HTG-2778.

No local, uma testemunha que passava de moto relata que o motorista do veículo saia de um estabelecimento comercial, de frente, quando atropelou a menina e saiu correndo. “Se ela tivesse caído para o lado do carro teria sido atropelada. Ele foi embora correndo. Furou o sinal. Passou em frente de carros”.

Tifany foi encaminhada com a mãe à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no bairro Universitário com suspeita de fratura no joelho esquerdo. Ela estava consciente e orientada. Após alguns minutos, o motorista do carro, Joabe da Silva, 26 anos, voltou ao local.

Joabe alega que não viu nada e que sua caminhonete não tem nenhuma avaria. Além disso, relata que possui seguro do veículo, o que não justificaria a fuga do local. Ele confidenciou a Polícia que estava com pressa porque precisava encontrar sua gerente em uma agência bancária. O motorista também negou que passou por um sinal vermelho: “Dou minha cabeça para ser cortada se furei o sinal. Pode examinar a caminhonete. O que foi vou assumir. Mas, eu não vi nada”.

A policial responsável pela ocorrência vai ouvir a vítima para registrar o acidente. Entretanto, explica que o motorista só responderá por omissão se a vítima lhe acionar. Segundo a policial, o fato do acusado ter retornado alguns minutos depois, após ser avisado por amigos, ainda caracteriza omissão, caso ele realmente seja culpado.




Omitir socorro é falta de humildade e respeito.... isso atrapalha a melhoria da cidade
 
Raquel Pegorari em 23/01/2012 04:56:24
O cara passa por cima de uma moto com uma pessoa em cima e não percebe? Como assim? É muita falta de sensibilidade, mesmo. (RISOS)
 
Nehemias Lili em 19/01/2012 08:59:38
O motorista que fugiu na hora nao é homem de dignidade. Ele foi embora correndo. Furou o sinal. Passou em frente de carros”.
Essa desculpa que ele tinha que encontrar uma pessoa é pra enganar trouxa, sera que era ele mesmo que estava dirigindo?e ainda é covarde de mentir.
 
Edson Lima em 18/01/2012 09:06:59
SÓ NÃO PODEMOS ACREDITAR DE IMEDIATO QUE O MOTORISTA QUE APRESENTOU APÓS ALGUNS MINUTOS SEJA O MESMO QUE ATROPELOU.
 
jorge ferreira em 18/01/2012 06:49:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions