A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

31/05/2017 09:02

Velocímetro de moto apontava 115 km/h na hora de acidente com morte

Viviane Oliveira e Willian Leite
Velocímetro da motocicleta Honda Shadow 750 cilindradas travou em 115 km/h (Foto: Willian Leite)Velocímetro da motocicleta Honda Shadow 750 cilindradas travou em 115 km/h (Foto: Willian Leite)
Pancada foi forte, que a traseira do ônibus ficou danificada. Motociclista morreu no local (Foto: Willian Leite)Pancada foi forte, que a traseira do ônibus ficou danificada. Motociclista morreu no local (Foto: Willian Leite)

O motociclista Uesley Frank Moesch, 45 anos, que morreu na manhã desta quarta-feira (31), após bater na traseira de um ônibus do transporte coletivo, seguia em alta velocidade. O acidente aconteceu na Avenida Mato Grosso, em frente à Caixa Econômica Federal, no Bairro Carandá Bosque, em Campo Grande.

Segundo o sargento do BPTran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), Marco Antônio, o velocímetro da motocicleta Honda Shadow 750 cilindradas travou em 115 km/h. 

Testemunhas relataram que a vítima pilotava a motocicleta com placas do Estado da Bahia ao sentido Parque dos Poderes, quando bateu na traseira de um ônibus parado no ponto para embarque e desembarque. Os dois veículos seguiam no mesmo sentido.

Ainda de acordo com testemunhas, o motociclista não conseguiu frear a tempo. O Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados, mas a vítima morreu no local. Agentes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e policiais controlaram o trânsito no trecho, que ficou tumultuado.

O motorista do ônibus, Marcelo Francisco de Aguiar, 35 anos, contou que estava parado no ponto, quando ouviu a pancada. Ele transportava cerca de 50 passageiros. No coletivo, ninguém ficou ferido. “Desci para ver o que tinha acontecido e o motociclista já estava morto”, lamenta. A vítima era gestor de uma das unidades do Fort Atacadista.  

Em menos de 24 horas, este é o segundo acidente como morte envolvendo moto e ônibus do transporte coletivo. No fim da manhã de ontem (30), Felipe Mateus Barbosa Araújo dos Santos, 19 anos, derrapou a motocicleta que conduzia e foi parar embaixo do ônibus, na Avenida Tamandaré, no Jardim Seminário. O rapaz chegou a ser socorrido, mas morreu na Santa Casa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions