A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

08/02/2018 09:44

Vítima de acidente na Euclides da Cunha teve perna amputada

Acidente ocorreu na manhã de ontem, no cruzamento com a Bahia, no Jardim do Estados

Danielle Valentim e Viviane Oliveira
Thompson recebendo os primeiros atendimentos no local do acidente. (Foto: Danielle Valentim)Thompson recebendo os primeiros atendimentos no local do acidente. (Foto: Danielle Valentim)

O motociclista Thompson Flávio, de 35 anos, arremessado da moto que pilotava, após ser atingido por um veículo Fiat Siena, na manhã de ontem, quarta-feira (7), teve a perna esquerda amputada em procedimento operatório na Santa Casa. Ele sofreu múltiplas fraturas pelo corpo, duas delas expostas, e foi levado inconsciente ao Hospital. O acidente aconteceu no cruzamento das Ruas Euclides da Cunha com Bahia, no Jardim dos Estados, em Campo Grande.

Levado ao hospital, em estado grave, Thompson foi submetido a uma cirurgia e já está no pós-operatório. Conforme a assessoria do hospital, o paciente está sedado e entubado e deve subir ainda nesta manhã para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Amigos de Thompson reforçam o pedido de doação de sangue, mas o hospital não confirmou a necessidade. O Campo Grande News tentou contato com a esposa da vítima, por rede social, mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.

A motorista do Siena, de 36 anos, que preferiu não revelar o nome, explicou a reportagem que havia acabado de chegar na Capital vindo de Corumbá, cidade onde vive, e seguia na Euclides sentido shopping Campo Grande.

Thompson chegou a ficar inconsciente e foi socorrido por equipes do Corpo de Bombeiros e Samu. (Foto: Reprodução/Facebook)Thompson chegou a ficar inconsciente e foi socorrido por equipes do Corpo de Bombeiros e Samu. (Foto: Reprodução/Facebook)

No cruzamento da via com a rua Bahia, tentou fazer uma conversão à esquerda, quando atingiu Thompson que vinha em direção contrária. Com o impacto, ele foi lançado até a lateral de um Peugeot 208 que estava estacionado.

Thompson chegou a ficar inconsciente e foi socorrido por equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço Móvel de Urgência), que realizou o transporte até a Santa Casa.

Trecho perigoso - Segundo vendedora Jessica Nayara Lino Gimenez, de 28 anos, e que protegeu a vítima do sol, os acidentes no trecho entre as ruas Euclides da Cunha e Bahia são constantes devido a falta de sinalização. Ela conta que a maioria dos motoristas fazem a conversão à esquerda, que resultou no acidente com vítima grave. “Ao ver a batida pedi a permissão da minha chefe para poder fazer sombra ao motociclista com um guarda-sol”, diz.

Falta atenção - A Agetran (Agência Municipal de Trânsito) esclareceu que não é proibido virar à esquerda no trecho entre as ruas Euclides da Cunha e Bahia, no Jardim dos Estados, em Campo Grande. A dúvida surgiu depois do acidente. Para a Agência, a principal causa de acidentes do local é a falta de atenção dos condutores e como a conversão é permitida não tem sentido colocar uma placa no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions