A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

14/07/2015 13:36

Governo busca acordo para votar projeto das OS antes do recesso

Leonardo Rocha
Líder do governo, Rinaldo Modesto, já requisitou acordo de líderes para votar projeto amanhã (Foto: Roberto Higa/ALMS)Líder do governo, Rinaldo Modesto, já requisitou acordo de líderes para votar projeto amanhã (Foto: Roberto Higa/ALMS)

O governo estadual trabalha para que o projeto que regulamenta as atividades das Organizações Sociais (OS) no Estado, seja votado em regime de urgência, na Assembleia Legislativa, antes do recesso parlamentar, que começa a partir do dia 17 de julho. O líder do governo, o deputado Rinaldo Modesto (PSDB), já fez o pedido e espera a resposta das bancadas.

O assessor jurídico do Governo, Felipe Matos, esteve hoje (14), durante a manhã, na Assembleia, para conversar com os deputados da base aliada, com o intuito de colocar a proposta para ser votada amanhã (15), se for necessário, até com sessão extraordinária. O projeto chegou a Casa de Leis no dia 07 de julho, na semana passada.

“Estamos buscando este acordo, até porque se trata de um projeto importante para o governo, temos por exemplo o Hospital de São Lucas em Dourados, que entraria neste modelo, sabemos que há resistência de alguns profissionais, mas comprovamos a boa eficiência destas unidades em Goiás”, disse Rinaldo Modesto.

A intenção do governo estadual é repassar a gestão de alguns hospitais estaduais para as Organizações Sociais e assim melhorar os serviços em relação a atendimentos, procedimentos e até cirurgias, além de tornar todo o processo mais ágil, com menos burocracia.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) esteve em Goiânia com sua comitiva formada por secretários, deputados estaduais e até representantes do MPE (Ministério Público Estadual), para conferir “in loco” como é feito este modelo naquele estado.

“Em Goiás teve um retorno muito positivo, já temos uma lei estadual neste sentido, por isso vamos apenas regulamentar”, explicou o governador, que argumentou que neste modelo não se precisa de todo regramento do serviço público, o que torna todo procedimento mais rápido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions