A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

24/05/2015 09:00

A vida continua

Por Benedicto Ismael Camargo Dutra (*)

A vida é um aprendizado permanente, os bons resultados surgem do trabalho continuado, construído aos poucos, com perseverança. Para alcançarmos a melhora é indispensável fortalecer na mente os bons pensamentos para irradiar clareza e beleza. É fundamental que as pessoas tenham propósitos beneficiadores e pensem em ações que permitam torná-los realidade.

Veja Mais
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Um galo para Asclepius

Com a supremacia dada ao cérebro frontal, os homens avançam na tecnologia, sempre visando interesses imediatistas. No caso do desenvolvimento de supercomputadores dotados da Inteligência Artificial, eles nunca substituirão o cérebro humano, mas executam volumosas operações de análises em segundos, pois além das possibilidades de manipulação sobre as massas, que ficam a mercê dos detentores dessa tecnologia, existe o risco de que a inteligência humana se atrofie pela redução do seu uso, pois tudo já vem pronto, não precisa de esforço para entender as causas e seus efeitos nem as interconexões entre os eventos, o que vai adormecendo a intuição e o cérebro frontal, gerando o comodismo.

Modas surgem e desaparecem. Os anos passam sem que as pessoas percebam. De repente elas se dão conta de que muito tempo já passou e questionam o que lhes resta de saúde, de aprendizado. Qual será o futuro? Ir parar num Hotel Marigold da vida, como o do filme inglês, criado para hospedar idosos, ou continuar fazendo o que? Quem vivenciou o bem, aproveitou o tempo, adquiriu algo valioso. A idade avançada é a última estação do aprendizado, urge aproveitá-la!

No filme O Exótico Hotel Marigold, exibido em 2011, um grupo de aposentados decide fazer uma viagem para a Índia, lá descobrindo que não importa a idade desde que haja objetivos claros para manter-se em movimento. Na sequência veio o Hotel Marigold 2, em cartaz atualmente nos cinemas, mostrando que apesar da idade a vida continua e temos de aproveitá-la com sabedoria, pois com a aceleração dos efeitos das decisões humanas e a ausência de boas formas de pensamento, tudo conspira contra nós. É preciso coragem, perseverança e força de vontade para gerar as boas formas e seguir a vida com firmeza.

O despreparo geral das pessoas é assustador. Não tem havido a preocupação de ensinar às novas gerações como raciocinar com lucidez. É preciso prestar atenção à qualidade dos nossos pensamentos para que consigamos afastar o negativismo, ter uma visão mais positiva da vida e permanecer atentos, para não agirmos como máquinas insensíveis, sem vontade própria.

Há dois mil anos, Jesus trouxe sua inaproveitada mensagem de amor para que a humanidade alcançasse o progresso em paz e alegria. No século 20, surgiu nova oportunidade. No entanto, encoberto pelas trevas, foi o mais sangrento e cruel período, com a eclosão das grandes guerras que fizeram milhões de vítimas do egoísmo e da sede de poder.

Esperemos que os jovens percebam que há algo muito importante para ser vivenciado além dos prazeres, do consumismo e do dinheiro. O futuro pertence a eles. Estudos sobre a geração Z apontam para o desânimo e falta de objetivos diante da atual situação do planeta com seus desequilíbrios ambientais, econômicos e sociais. As engrenagens do mundo estão emperrando. Falta o movimento certo para uma forma de viver sadia e alegre, indispensável ao saneamento e à harmonia para manter o ser humano vigoroso e apto a construir e beneficiar tudo, dependendo apenas de seu livre arbítrio.

(*) Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, e associado ao Rotary Club de São Paulo. Realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros “ Conversando com o homem sábio”, “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”, “O segredo de Darwin”, e “2012...e depois?”. E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7

Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...
Um galo para Asclepius
Sócrates, o filósofo ateniense, cujos preceitos influenciaram o pensamento ocidental de forma muito marcante e definitiva, tinha uma característica: ...
Tiro no pé ou tiro na mão?
Embora a economia do País tenha dado tímidos sinais de recuperação nos últimos tempos, a verdade é que ainda precisamos avançar mais e com velocidade...
Avaliação escolar: o peso de uma nota na vida do aluno
"Poderão esquecer o que você disse, mas jamais irão esquecer como os fez sentir." (Carl W. Buechner) Hoje, quero compartilhar uma grande decepção que...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions