A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

27/05/2011 06:04

As armaduras de Palocci

Por Júlio César Cardoso (*)

Nem Palocci, nem José Dirceu, nem Erenice Guerra, nem ninguém de vida pública (política) pode se negar a prestar esclarecimentos oficiais à sociedade. Quem não deve não teme. O político tem que ser um livro aberto para todos lerem. Que pouca-vergonha é essa que se instalou no Brasil? O Art. 50 da Constituição Federal não pode ser considerado letra morta. Vamos respeitar os valores democráticos constitucionais.

Infelizmente o país foi tomado em todos os segmentos por aquilo que o falecido senador amazonense, Jefferson Peres, já havia alertado: a "mexicanização brasileira" pelo PT. E tudo está se confirmando. O PT se armou e contaminou de corruptos as instituições públicas brasileiras, para poder agir do baixo ao alto clero. Veja o pipocar de denúncias de prefeituras comandadas pelo PT em todos os rincões brasileiros.

Veja como até hoje os mensaleiros continuam impunes pelo STF, que mascara o exame dos processos. Aliás, esse tribunal, de indicação política, é uma vergonha. Veja o imberbe e desconhecedor de Direito, que foi reprovado em dois concursos para juiz, Dias Toffoli, ex-advogado do PT, hoje como ministro do STF. Veja a audácia do ex-ministro político de toga, do STF, Nelson Jobim, hoje comandante do Ministério da Defesa, ao convidar para ser seu secretário o ex-deputado José Genoino, dependurado em processo no STF.

Veja que a estratégia, para tentar influenciar o julgamento no Supremo Tribunal Federal, está muito clara. O petista paulista, deputado federal João Paulo Cunha, que responde no Supremo por lavagem de dinheiro, corrupção passiva e peculato (mensalão), foi escolhido pelo PT para presidir a comissão mais importante da Câmara, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Veja o que disse o deputado petista paulista Devanir Ribeiro: “O Jobim deu um recado ao governo e ao PT. Por que nossos ministros não convidam companheiros processados para trabalhar? Vamos vencer a batalha da opinião pública”. Ora, esse deputado ao colocar em dúvida a seriedade do Supremo deveria ser cassado pelo Conselho de Ética por falta de respeito com o maior tribunal.

O PT e base de apoio, liderada por José Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá e outros, formaram no Senado a muralha da imoralidade de difícil transposição. São todos políticos indecorosos com rabos presos, que não deixam nada ser apurado contra o governo petista e seus subalternos ministros e demais bajuladores políticos. Assim, é quase letra morta o Art. 50 da Constituição Federal.

Lá no Senado tem um senador, que é o que se chama de parasita, aquele animal que se alimenta do sangue de outro. Trata-se do petista amazonense João Pedro, senador biônico, que não recebeu um voto sequer e gosta de cantar de galo para impedir as CPIs contra o PT. Figurinha carimbada e conhecida de outros "carnavais" do Senado.

Ele e o outro ex-senador biônico, o agora deputado federal Sibá Machado, mais a derrotada ao governo catarinense e agora empregada de ministra da Pesca, a ex-senadora Ideli Salvatti, formavam o triunvirato petista do Senado, que muito dificultava as instaurações de CPIs contra indecorosos petistas, descobertos em irregularidades políticas.

Agora ele, novamente se apresenta com a sua turma de indecorosos políticos, que não querem ver o Brasil político moralizado, para dificultar e defender outro ladravaz petista requintado, que mandou violar o sigilo bancário do caseiro Francelino, o Dr. Palocci, o mágico do enriquecimento precoce.

O senador João Pedro e outros indecorosos políticos, em vez de prestarem um bom serviço ao País, colaborando para a apuração da verdade e da decência política, trabalham na contramão da moralidade pública, pois são os regentes da orquestra podre que só desafina e conspurca a seriedade que deveria ter a política brasileira.

Nos Estados Unidos da América, trambiqueiros do mensalão e políticos mágicos que enriquecem do dia para a noite seriam algemados, presos e processados com o rigor da lei. Aqui no Brasil goza de liberdade todo político (petista) solerte, frequentador de casas suspeitas, como aquela que o caseiro Francelino denunciou, usada pela patota do Palocci em Brasília para festas e partilha de dinheiro.

É uma grande vergonha nacional. Basta ser petista o rato apanhado roendo o queixo, para o enxame petista se assanhar em defesa de seus correligionários. Se o “tarado” diretor do FMI fosse político petista, com certeza estaria armado o barraco petista para a sua defesa.

Com efeito, existe uma diferença muito grande entre os tribunais brasileiros e americanos. Por isso, políticos indecorosos, que conspurcam a seriedade do Congresso e de toda a classe política, continuam impunes desafiando a sociedade brasileira. Uma vergonha. E ainda existem "políticos fajutos", para defender essa pouca-vergonha, que recebem R$26.700 e mais penduricalhos remuneratórios, tungados dos bolsos dos contribuintes nacionais. Triste país comandado por uma tropa de aproveitadores mal intencionados.

(*) Júlio César Cardoso é bacharel em Direito e servidor federal aposentado.

Tédio é a falta de projeto
Recentemente, deparei-me com duas situações. Na primeira, eu almoçava com dois amigos, ambos na faixa dos 55 anos de idade, funcionários públicos bem...
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?
Claro, depende da hora e do mercado, exportação ou de mercado interno. Agora, falando da soja, o principal produto da pauta brasileira de exportações...
Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
Segundo pesquisas, temos contato com aproximadamente 2.000 marcas em um dia “comum” e menos de 300 delas ficam em nossa memória. Por isso, essas marc...
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...



Dou nota dez por esse artigo do bacharel Júlio César Cardoso. De fato, ele diz a verdade a respeito desses corruptos do PT e de outros partidos que apoiaram o governo corrupto de Lula, nos oitos anos, e agora no início do governo Dilma. E o astro maior da corrupção é Antonio Palocci. Já passaram pela Casa Civil da Presidência da República,
quatro ministros corruptos desde o primeiro governo de Lula.
 
Hugo Moreira Pinheiro em 07/06/2011 08:54:44
Bom Dia!
Vim por meio desse parabenizar os responsaveis por este artigo, concordo plenamente com cada palavra, e digo mais, poderiamos organizar grupos com pessoas que se disponibilizariam a transmitir essa idéia ao povo, se necessario irmos até Brasilia lutarmos por nossos direitos !
 
Clóvis Rodrigues em 30/05/2011 08:40:53
Gente, por muito menos os militares acabral com estes comunistas em 1964, agora, overno Lula o mais corrupto que este país já teve, e este povo, vendido e ignorante votam nesta gente, deputados ladrões, ministro corruptos, este Jobem (ME ENVERGONHO DE SER SEU CONTERRÃNEO), o meu RGS não merece que este sujeito tenha nascido aqui. Onde estão os militares para dar um basta nesta vergonha?:
 
Fernando Machado em 29/05/2011 07:27:44
Concordo em Gênero, Número e Grau com o Sr. Júlio César Cardoso. Faltou comentar a questão política a nível estadual, que não é muito diferente da Federal.
 
Pedro da Silva em 27/05/2011 09:09:01
Prezado Júlio, compartilho na integra com vossa verídica argumentação. Pena, que para nós, simples cidadãos, não filiados a partidos políticos, só resta a decepção para com nossos governantes. Institui-se a monarquia no Brasil, sím, pois só transferem a coroa para seus companheiros (partidários) e nos cobram tributos e + tributos, para viverem como verdadeiros Reis e Rainhas, às custas da classe trabalhadora desse país. Cadê os órgãos fiscalizadores das atividades ilícitas? O leão, vira um gatinho perante determinadas autoridades e conosco é uma Fera implacável. Conclamo como cidadão, que paga seus impostos e cumpre com suas obrigações perante esta nação, aos órgãos públicos (R.F., P.F., M.P.F. etc.) que fiscalizem, investiguem e punam com o rigor da lei, quem está enterrando este país, antes que não reste + esperanças ao povo brasileiro. É uma vergonha o que está ocorrendo no Brasil. A impunidade impera e reina absolutamente no País. A corrupção é presente em todas as esferas do governo, seja, municipal, estadual e federal. Gente se enriquecendo da noite para o dia e ninguém faz nada. Bem, como cidadão, vou parar por aqui. Mesmo engasgado com tanta patifaria que vivenciamos, e com o direito constitucional de expressão. Nesta atual conjetura governamenstista (quase que uma tirania), posso acabar sofrendo com o rigor da lei, pois, para nós, ela também é implacável. Verdadeiros estrategistas, pois colocam (sem concurso, qualificação profissional, capacidade administrativa, competência etc.) nos postos + altos dos escalões, seus apadrinhados partidários, ou seja, seus companheiros, que com os poderes outorgados pelos altíssimos cargos que ocupam, fazem vista grossa e acobertam a verdade. Realmente, é uma pena, o que estão fazendo com nosso tão amado Brasil. Pelo amor de DEUS, Autoridades Honestas desse País, façam algúma coisa, antes que seja tarde demais.
 
Jamil Junior em 27/05/2011 08:17:51
Sou 100% contra qualquer desvio de dinheiro público, contudo não entendo a parcialidade de alguns organismo de imprensa, pois pelo que já li até hoje, o Sr Pallocci produziu enriquecimento oriundo de sua empresa. Outro lado, não vejo essa mesma mídia falar das privatizações que usaram o argumento que era para pagar a dívida; Todos sabem que isso não ocorreu, os imóveis construídos com dinheiro dos impostos a custa dos trabalhadores, sim pois esses não tem como sonegar foram parar nas mão de latifundiários, ningguém foi investigado, não permitiram aberturas de CPIS, a polícia Federal nunca prendeu tanto como nos últimos anos e vocês acham que só no PT é que tem bandido? Os afortunados de hoje, ontem, pós anteontem, como será que enriqueceram? Por quê vcs se calam? Vamos cobrem também! ou realmente não merecem respeito!
 
Juarez Mendes em 27/05/2011 07:39:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions