A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

11/12/2015 13:47

Como salvar um casamento!

Por Wilson Aquino (*)

Todo casamento tem suas crises. O casal que aprende a superá-las, se fortalece. Os que não conseguem, se desgastam, enfraquecem... separam.

Veja Mais
Em Brasília, o primeiro choque de realidade
Cinco ações que devem ser evitadas em 2017

As estatísticas comprovam o elevado índice de fracasso de famílias obrigadas a se apartarem por conta de atritos e insustentabilidade de convivência sob o mesmo teto.

Para agravar ainda mais o clima nos lares, nos tempos de hoje, a economia exige que pais e filhos partam para o campo de trabalho, aumentando ainda mais a distância uns dos outros no lar.

Raros os dias em que a família senta à mesa para uma refeição. Raro inclusive nos finais de semana!

O conjunto de fatores que contribui para o desgaste do casal é muito grande. Se não houver consciência das influências negativas e da importância de remar contra a maré, juntos, mais cedo ou mais tarde, tudo acaba!
A luta pelo seu fortalecimento consiste em, antes de tudo, alicerçar o lar, a vida e a família, em Deus! Sem Ele, tudo, absolutamente tudo, mais cedo ou mais tarde, se perde! Não tem valor! Morre!

Também é preciso conscientização de que cada um de nós, cada ser humano, é único. Outro grande milagre da Criação. Logo, não há como “aprovar” 100% da maneira de ser um do outro. Mas podemos aceitar, adaptar, conviver e até aprender a gostar.

É comum o casal discutir e ficar “emburrado”, por dias e até semanas, por achar que um deve desculpas ao outro, porque estava com a razão. Há até quem apele até para uma testemunha, um parente ou amigo, para contar o caso e no final perguntar: - Eu não tenho razão?

Aprendi com o poeta Ferreira Goulart (70), que fazia isso, com sua jovem esposa e concluiu, depois de perder longos dias de agradável convívio no lar, que não queria mais ter razão, queria era é ser feliz! E nunca mais perdeu tempo com discussões banais. Passou a ser mais paciente e conversar o necessário na hora certa para resolver as diferenças.
Isso serve para todos. Discutiu por um ponto de vista!? Se chateou!? Procure esquecer logo e volte ao convívio! Não perca tempo! Discuta (conversando, em baixo tom), o que tiver que discutir, de cabeça fria, no momento e local apropriados. Simples assim!

A felicidade muito nos envolve quando procuramos fazer o cônjuge feliz!

Não importa se temos 10, 20 ou 40 anos de casados! Compre, sempre que puder, uma flor para presentear a companheira! Nunca perca a oportunidade de abrir a porta do veículo para que ela entre ou saia; De vez em quando deixe um bilhete no travesseiro dizendo o quanto a ama! E como ela é importante para você! Rabisque uma poesia!
Às vezes uso o azulejo da cozinha para ressaltar os valores dela. A vantagem é que a tinta do pincel atômico sai com facilidade. Apenas com um pano úmido! E a repercussão é enorme! Mulher gosta dessas coisinhas que para os homens são bobagens.

Quanto à bebida (produto de elevado poder corrosivo do casamento), esqueça suas justificativas de que bebe “socialmente” com os amigos! Reúna a família (esposa e filhos) e pergunte a eles o que acham! E tenha a hombridade de seguir o conselho que derem. Afinal, eles não são as pessoas mais importantes de sua vida? Não é por eles que estaria disposto a lutar e até a morrer? Então, por que não parar de beber, por Eles???

Os filhos merecem e devem ter toda a atenção do mundo, mas arrume um tempo, toda semana, para sair com sua esposa. E nunca a deixe para traz, andem de mãos dadas.

A frase “eterna namorada” é muito mais profunda do que parece. Seu verdadeiro significado exige, por exemplo, que ao voltarmos para casa, no final do dia, depois de exaustivo trabalho para reencontrá-la, devemos ter a mesma emoção de quando vestíamos nossa melhor calça e melhor camisa para encontrá-la para ir ao cinema, quando apenas namorávamos! A mesma emoção! Sempre! Cultive isso no coração, que não morre.

A mesma emoção também quando falarmos com ela! Com o mesmo carinho de antes! Com a mesma atenção e ouvidos a todas às suas conversas e ações!

Não importa se com o passar dos anos, com a criação dos filhos, os efeitos do tempo tenham mudado o seu corpo. Ela de fato não é a mesma. É muito melhor, mais madura, mais alicerçada na família e em você. Então, por que não dizer todos os dias, que a ama e enaltecer o quanto é importante!?

E ela, que fica em casa, não precisa esperá-lo sempre com aquela “roupinha surrada” que gosta tanto! Deve vestir uma melhor! Ficando mais bonita (maquiada, cabelo...), mesmo que apenas para recebê-lo no final de mais um dia de trabalho!

Pequeninas coisas! Grandes efeitos!

E nunca deixem de encerrar a noite juntos, em oração, em agradecimento a Deus pela Vida!

(*) Wilson Aquino, jornalista, professor e cristão SUD

Em Brasília, o primeiro choque de realidade
Após ter sido denunciado ao Parlamento Europeu a dramática situação a que estão submetidos os índios Kaiowá e Guarani no Mato Grosso do Sul, uma dele...
Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
Ao fim de cada ano, realizo uma pesquisa com funcionários de empresas de todo o Brasil para avaliar quais foram as coisas que mais impactaram na prod...
A aviação e suas regras
A aviação conseguiu, em menos de um século, aproximar os continentes, as empresas e, principalmente, as pessoas. Foi uma evolução tão rápida que não ...
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions