A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

10/05/2016 09:55

Cuidado: seu paraquedas pode não abrir!

Alan de Farias Brito

Se for verdade que a mente humana é como um paraquedas, e que uma vez aberta ela nunca mais volta ao seu tamanho original, também pode ser verdade que há a possibilidade deste seu paraquedas vir com defeito de fábrica.

Veja Mais
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia

Imagine que você está a bordo de um avião com outras 99 pessoas e pouco antes da decolagem, o capitão dê o aviso que 17 dos 100 paraquedas disponíveis não abrirão em caso de queda da aeronave. Ainda assim você se arriscaria a fazer esta viagem?

O que você não sabe é que este aviso não esta sendo dado e, portanto, as pessoas estão arriscando suas vidas em uma viagem, desconhecendo seus resultados. Estou falando da adicção e da dependência química, pois a dependência química é apenas um dos fatores provocados pela adicção. Na verdade, o uso de drogas é apenas o estopim, a ponta do iceberg, de uma doença que se manifesta em todas as áreas da vida do indivíduo e o leva a autodestruição. A droga se torna apenas o instrumento para que isso se realize.

A adicção é uma doença bio-psico-social que se manifesta principalmente na compulsão e na obsessão por “aquilo que dá prazer” para o indivíduo e pode ser observada e diagnosticada ainda na infância. Porém, sua faceta mais conhecida e cruel se dá na dependência das drogas lícitas e ilícitas. É em seu consumo compulsivo que os adictos comportam-se fora dos padrões morais para conseguir a próxima dose/gole, em uma espiral vertiginosa que deturpa seus valores e os leva ao total descontrole das próprias vidas.

Ao menos 28 milhões de pessoas no Brasil têm algum familiar que é dependente químico, de acordo com o Levantamento Nacional de Famílias dos Dependentes Químicos (Lenad Família), feito pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em 2015.

Na adicção ativa, por se tratar de uma doença progressiva, incurável e fatal, o individuo tem apenas três caminhos: instituição, prisão ou cemitério.

Enquanto há vida, há esperança. O que as pessoas não se lembram no desespero da queda livre é que existe o paraquedas reserva, para acioná-lo, porém, é preciso manter a calma e lembrar-se do treinamento e ter fé que dará tudo certo. Sim, existe um treinamento e ninguém precisa cair em direção à morte sem uma segunda chance.

Se você está lendo isto, se identificando e acredita que pode sofrer de adicção deixe a vergonha de lado, o preconceito e procure um grupo de ajuda mútua. Admitir e pedir ajuda são os passos mais importantes.

Porém, provavelmente, se você está com este problema terá dificuldade em admitir, por isso é tão importante refletir e aceitar. Isso também serve para as pessoas próximas aos adictos, porque quem ama de verdade precisa entender que a exigência é fundamental para que essa pessoa melhore.

Um dos passos mais recomendados é procurar o Amor-Exigente, que é um programa de auto e mútua ajuda, que desenvolve preceitos para a organização da família, que são praticados por meio dos 12 princípios básicos e éticos, que sensibilizam as pessoas, levando-as a perceberem a necessidade de mudar o rumo de suas vidas e do mundo, a partir de si mesmas.

Um último apelo: Se você está passando por isso, procure ajuda e eles comprovarão o que digo: só por hoje, um dia de cada vez e você nunca mais vai precisar usar!

*Alan de Farias Brito é jornalista

Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...
Um galo para Asclepius
Sócrates, o filósofo ateniense, cujos preceitos influenciaram o pensamento ocidental de forma muito marcante e definitiva, tinha uma característica: ...
Tiro no pé ou tiro na mão?
Embora a economia do País tenha dado tímidos sinais de recuperação nos últimos tempos, a verdade é que ainda precisamos avançar mais e com velocidade...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions