A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

11/05/2016 10:06

Doar agasalhos é ação humanitária

Por Claudeir Mata (*)

Estamos vivendo a fase do ano em que as temperaturas baixam rapidamente. Até julho, experimentaremos várias mudanças desse tipo. No final de abril e início de maio pudemos vivenciar uma dessas viradas climáticas, o que mais uma vez demonstrou como nossa região pode ficar fria.

Veja Mais
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Educação e o futuro da alimentação

É exatamente porque o frio chega repentinamente nesse período do ano que várias campanhas públicas solicitam a doação de cobertores, roupas e agasalhos. Quanto mais instituições, empresas e grupos de pessoas participarem, maior será a quantidade de material arrecadado para ajudar aos menos favorecidos.

É bonito ver como a Sociedade reage positivamente a esses apelos. Grupos de alunos de escolas públicas e privadas, membros de equipes esportivas e trabalhadores dos mais variados segmentos se reúnem para ajudar o próximo coletando roupas e agasalhos.

Porém, nem todo mundo consegue entregar as roupas que separa em casa ou na família. O corre-corre do dia-a-dia muitas vezes atrapalha a concretização da doação, porque não há tempo para se deslocar até um posto de arrecadação.

Foi pensando nisso que a CCR MSVia decidiu repetir em MS uma fórmula do Instituto CCR que é sucesso nas rodovias administradas pelo Grupo em outros Estados: criar postos de coleta na própria rodovia.

Quem não tem tempo para procurar um posto de entrega em sua cidade, pode fazê-lo em trânsito, durante a viagem pela BR-163/MS. A Concessionária criou pontos de coleta da Campanha do Agasalho nas Bases Operacionais do SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário.

Os postos estão identificados por faixas da Campanha do Agasalho (veja as localizações abaixo).

Os cerca de 12 mil colaboradores diretos do Grupo CCR em Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Bahia também estão engajados nesse esforço, incentivando seus círculos de amigos a doarem peças e levando centenas de roupas para as unidades de trabalho da empresa. Ao todo, criamos 178 postos de coleta pelo Brasil.

No ano passado, a Campanha do Agasalho do Instituto CCR permitiu arrecadar 104 mil peças de roupas e cobertores. Além disso, 23 mil peças foram compradas pelas concessionárias do Grupo para “engrossar” a doação. O material beneficiou a 108 instituições em 75 municípios brasileiros. Só em MS foram coletadas 2.277 peças, que foram doadas para seis instituições sul-mato-grossenses.

Esse esforço, entretanto, precisa estar revestido de senso de responsabilidade e solidariedade de quem doa. Doação não é descarte de peças indesejáveis. No ano passado, foram deixadas roupas sujas, rasgadas (algumas imprestáveis) e peças íntimas sem condições de uso em vários postos de arrecadação da Campanha do Agasalho.

Doar pressupõe posterior uso das roupas e dos agasalhos por famílias que não podem comprá-los.

Ajude-nos nessa Campanha. Conscientize amigos, vizinhos e parentes da importância desse ato nobre e fundamental. Se for apoiar a Campanha do Agasalho, doe peças que possam ser usadas com dignidade por pessoas que estão passando por dificuldades.

E se for viajar pela BR-163/MS, saiba que até o dia 30 de junho estaremos recebendo roupas, cobertores e agasalhos.

Saiba onde estão os postos de coleta da Campanha do Agasalho. Bases Operacionais do SAU na BR-163/MS: Pedro Gomes (km 778), Rio Verde de Mato Grosso (km 678), São Gabriel do Oeste (km 629), Campo Grande (km 478), Douradina (km 285), Naviraí (km 128) e Mundo Novo (km 27). Além disso, também estamos recebendo doações no Escritório de Dourados, localizado à Rua José de Alencar, 435 – Bairro Jardim Paulista, e na Sede da empresa, em Campo Grande, situada à Rua Portugal, 578 – Bairro Jardim América.

(*) Claudeir Mata é engenheiro.

A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...
Educação e o futuro da alimentação
Educação deve colaborar na preparação de todos para o pleno exercício da cidadania e, especialmente, formar os jovens para uma vida profissional que ...
Convenções internacionais e competitividade
O Brasil precisa atuar com mais critério na hora de analisar e ratificar convenções multilaterais, especialmente as negociadas no âmbito de entidades...
A Odisseia da Chape
Não tenho dúvidas de que o esporte funciona como uma metáfora da vida. As mazelas e dramas humanos estão presentes em todas as etapas da trajetória d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions