A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

22/02/2012 15:15

Feliz ano novo

Heitor Freire

Falácias são argumentos capciosos. Uma grande falácia repetida tantas vezes acaba se transformando em um arremedo de verdade. É o caso, frequente em nosso meio nacional, de que o ano só começa depois do carnaval.

Veja Mais
Tédio é a falta de projeto
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?

E isso decorre de uma mentalidade que induz à preguiça e à busca de um argumento que justifique um “dolce far niente” que é realmente o que se pretende num modelo dito brasileiro.

Na realidade, o brasileiro não é preguiçoso. Ao contrário é um trabalhador consciente, senão o Brasil não seria o que é: Um país pujante, em franco desenvolvimento, conquistando seu lugar no concerto das nações e já ocupando o 8º lugar entre as mais desenvolvidas do planeta.

O carnaval é uma festa popular, importada, que caiu no gosto do povo brasileiro. As pessoas ficam aguardando o carnaval para dar curso à sua alegria, por isso essa espera gerou a falácia: No Brasil o ano novo só começa depois do carnaval.

Mas essa folia toda tem uma conotação muito negativa quando há um exagero no consumo de bebidas alcoólicas. Por isso o prefeito Nelsinho Trad tomou uma decisão para preservar a alegria consciente, inibindo o consumo das bebidas alcoólicas: proibiu a sua venda pelos ambulantes no entorno dos locais de grande comemoração, como no caso do nosso sambódromo. Muito bom, prefeito!

Enfim, feliz ano novo, minha gente!

(*) Heitor Freire é corretor de imóveis e advogado.

Tédio é a falta de projeto
Recentemente, deparei-me com duas situações. Na primeira, eu almoçava com dois amigos, ambos na faixa dos 55 anos de idade, funcionários públicos bem...
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?
Claro, depende da hora e do mercado, exportação ou de mercado interno. Agora, falando da soja, o principal produto da pauta brasileira de exportações...
Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
Segundo pesquisas, temos contato com aproximadamente 2.000 marcas em um dia “comum” e menos de 300 delas ficam em nossa memória. Por isso, essas marc...
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions