A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

03/05/2015 11:35

Férias de julho: encontre e planeje sua próxima viagem

Por Henrique Mol (*)

Poucas coisas na vida são tão boas quanto viajar. O brasileiro descobriu isso nos últimos anos e agora não perde mais oportunidades para colocar o pé na estrada. Assim, durante as férias de julho é comum as famílias tirarem alguns dias para se reunir e conhecer novos lugares. Mas para aproveitar esse mês de folga bem no meio do ano letivo e encontrar uma viagem que caiba no sonho e no bolso é fundamental se planejar.

Veja Mais
Avaliação escolar: o peso de uma nota na vida do aluno
Comércio exterior: o que esperar de 2017

Confira nove dicas da Encontre Sua Viagem para programar suas férias de julho gastando menos, aproveitando mais e evitando possíveis aborrecimentos.

1. Programe-se financeiramente – Viajar é uma delícia, mas voltar e encontrar várias dívidas acumuladas não é nada bom. Saber como e quanto pode gastar é parte indispensável na hora de planejar as férias

Para quem consegue se programar com antecedência, os descontos podem variar de 5% a 20%. Conseguindo um desconto à vista, até sobrará um dinheirinho para gastar à vontade com presentes, compras e passeios. Isso sem falar na possibilidade de parcelar a viagem em até 10 vezes sem juros.

2. Defina o destino e o roteiro - Destinos e opções não faltam para esta época do ano. Se, por um lado, muitos preferem as praias do nordeste ou destinos famosos como o Rio de Janeiro, por outro lado, muitos aproveitam esse momento para conhecer outros países.

Escolhendo o destino, você já pode começar a planejar o roteiro. Para isso, tenha sempre em mente a quantidade de dias disponíveis e considere sempre o tempo que vai gastar em aeroportos, estradas, rodoviárias, traslados e, é claro, não esqueça de incluir as horas de sono, pois o descanso também é necessário para aproveitar.

Para destinos com muitas opções de locais a serem visitados, defina períodos maiores. Consulte também os principais pontos turísticos de cada local, para não perder nada de importante. Pesquise e peça opinião de amigos que já estiveram no local para escolher as melhores atrações, hotéis e restaurantes.

3. Use a Internet a seu favor - Pesquisar e comparar preços é uma ação fundamental para encontrar as melhores opções. Nesse processo a internet é uma ferramenta importante, uma vez que coloca o consumidor em contato direto com passagens, hotéis, passeios, aluguel de carros, etc. Nessa hora é importante avaliar também as condições oferecidas por cada empresa e informar-se sobre os juros cobrados em caso de parcelamento. No caso de passagem aérea, verifique se já estão incluídas as taxas de embarque.

4. Defina a data - Escolher a data da viagem é essencial. Comprar com antecedência é um fator importante, pois pode ajudar você a economizar com preços menores e também a parcelar a viagem em um maior número de vezes, para que, quando chegue a data, você já tenha pago a maior parte das despesas. Procurar horários alternativos de voos, isso também pode contribuir para ter um bom desconto.

5. Escolha o meio de transporte – De carro, de ônibus ou de avião? Tudo vai depender do destino, da quantidade de pessoas e do perfil de cada viajante.

O avião tem a vantagem de ser mais confortável e rápido, sendo assim é a principal opção para destinos com maior distância. Porém, dependendo do local pode ser mais caro e burocrático, como no caso do limite de bagagem. Existem as promoções de final de semana com preços bem menores do que os praticados durante a semana. Milhas acumuladas em programas de fidelidade são outra opção para economizar com a passagem, para pagar menos ou até viajar de graça.

Para quem gosta de aproveitar as paisagens nas viagens, não tem pressa para chegar ao seu destino ou escolheu lugares mais próximos, viajar de ônibus e de carro são as melhores opções. Se for viajar de carro, é imprescindível fazer uma revisão completa e conferir se a documentação está em dia.

De ônibus é necessário ficar atento à quantidade de horas de viagem, pois ao contrário de viajar de carro, que você pode parar sempre que quiser, neste caso as paradas são limitadas. Quem estiver pensando em alugar um carro durante as férias, deve ficar atento às leis do país, no caso de viagens para o exterior.

6. Verifique os documentos - Programe a viagem verificando todos os documentos necessários, validade dos passaportes, necessidade de vistos e de vacinas específicas exigidas em alguns destinos. Antes de sair de casa, faça um check list de todos os documentos dos viajantes. Dessa forma não corre o risco de embarcar sem as documentação necessária.

7. Prepare as Bagagens - Na hora de arrumar as malas, certifique-se de que os limites de peso estipulados pela Anac não sejam ultrapassados.

Em viagens nacionais, nas aeronaves com mais de 31 assentos, cada passageiro tem direito a 23kg de bagagem. Se excedido, o transporte da bagagem ficará sujeito à aprovação da empresa e à cobrança por excesso de peso. Para voos internacionais, são utilizadas duas formas de franquia, por peça ou por peso, a depender do país de destino.

8. Atenção às crianças – As férias de julho geralmente são ditadas pelo recesso escolar das crianças. Desde o roteiro escolhido até o transporte a ser utilizado, deve-se levar em conta a possibilidade de levar as crianças.

Bebês de colo, em viagens de avião, precisam de assento especial e você deve checar com antecedência junto à companhia aérea se há necessidade ou não de pagar e a disponibilidade de assentos especiais. De carro, nunca abra mão da cadeirinha de acordo com a idade estipulada por lei, para evitar acidentes e até multas.

Na escolha do hotel, verifique a possibilidade de fornecimento de berços e cheque a programação dos passeios para não entediar as crianças, afinal, elas também merecem aproveitar.

Se o tempo de trajeto da viagem for muito grande, não esqueça de levar brinquedinhos, joguinhos e lanchinhos para distrai-los, eles costumam ficar ansiosos e esgotados durante a viagem.

9. Cuidado com o exagero - Tudo que você faz em excesso é prejudicial. Quando se trata de viagem essa máxima também prevalece. Muita atenção na hora de escolher o que vai comer. Provar novos pratos é um hábito muito comum em viagens, mas fique atento para alimentos que possam causar alergia ou indisposição. Exagerar na exposição ao sol, sobretudo nos horários de maior incidência de raios solares, também é algo que pode causar problemas. Não se exceda nas compras, para quando voltar à sua rotina, possa lembrar da viagem com alegria e não com tristeza e, principalmente, com arrependimento ao conferir a fatura do cartão de crédito.

(*) Henrique Mol é especialista em turismo e sócio-fundador da Encontre Sua Viagem, franquia de turismo.

Avaliação escolar: o peso de uma nota na vida do aluno
"Poderão esquecer o que você disse, mas jamais irão esquecer como os fez sentir." (Carl W. Buechner) Hoje, quero compartilhar uma grande decepção que...
Comércio exterior: o que esperar de 2017
Apesar das tintas carregadas com que alguns analistas têm pintado o cenário para o Brasil em 2017, em razão da crise política entre o Congresso e o P...
Tédio é a falta de projeto
Recentemente, deparei-me com duas situações. Na primeira, eu almoçava com dois amigos, ambos na faixa dos 55 anos de idade, funcionários públicos bem...
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?
Claro, depende da hora e do mercado, exportação ou de mercado interno. Agora, falando da soja, o principal produto da pauta brasileira de exportações...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions