A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

21/05/2015 08:04

Férias de julho: hora certa para fazer intercâmbio

Por Ana Luisa D´Arcadia de Siqueira (*)

Férias: o período mais esperado do ano para os estudantes oferece muitas possibilidades. É tempo de descansar, organizar, viajar, explorar. Conhecer lugares novos está entre as preferências de programas de férias. E por que não aliar uma viagem de turismo a um curso no exterior?

Veja Mais
Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
A aviação e suas regras

Um intercâmbio cultural é sempre uma excelente forma de conhecer novos lugares e renovar os conhecimentos. Para quem quer aprender ou aprimorar um segundo idioma, o melhor local é em um país onde se fala a língua. Imerso em um nova cultura, o aluno tem a necessidade de usar o idioma local durante todo o período, o que acelera muito o aprendizado.

Durante o intercâmbio cultural é possível conhecer pessoas do mundo inteiro, aprender sobre a cultura local e conviver com nativos da língua, enquanto se explora um novo destino. Além do convívio semanal em uma nova cidade, ainda é possível explorar cada canto durante os períodos de folga, afinal o aluno não fica o dia inteiro no curso. Também existe a possibilidade de viajar nos finais de semana e somar ainda mais destinos à bagagem. O que de melhor as férias pode oferecer?

Existem os programas específicos de férias para os menores de idade, são os conhecidos acampamentos de verão ou inverno. Este tipo de programa tem data específica para começar (geralmente janeiro e julho) e todas as atividades programadas. É uma opção que agrada muito os adolescentes.

Quem já vive uma outra fase, pode se programar conforme as férias do trabalho ou faculdade. É possível embarcar para um intercâmbio em qualquer período do ano, e o aluno pode se planejar conforme sua disponibilidade de tempo. É possível fazer cursos de no mínimo duas semanas.

Opções de destinos não faltam: Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia, Espanha, América Latina são alguns dos mais procurados. O ideal é procurar uma agência de intercâmbio qualificada para auxiliar na escolha e em todas as etapas do planejamento do intercâmbio. Isso torna o processo mais tranquilo.

Explorar novos lugares, descobrir culturas, conhecer pessoas, abrir a cabeça, ampliar os horizontes, sair da rotina. Tudo isso é possível, aproveitando as férias para estudar no exterior. Uma ótima oportunidade de enriquecer a bagagem cultural e voltar cheio de histórias pra contar.

(*) Ana Luisa D'Arcadia de Siqueira é diretora de marketing da Global Study, franquia de intercâmbios.

Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
Ao fim de cada ano, realizo uma pesquisa com funcionários de empresas de todo o Brasil para avaliar quais foram as coisas que mais impactaram na prod...
A aviação e suas regras
A aviação conseguiu, em menos de um século, aproximar os continentes, as empresas e, principalmente, as pessoas. Foi uma evolução tão rápida que não ...
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions