A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

26/06/2012 09:03

Fuja do tédio no trabalho

Por Alan Cordeiro (*)

Muitos profissionais não conseguem permanecer mais que poucos anos em um emprego e ficam mudando de empresa sempre que surge uma nova oportunidade. Muitas vezes se esquecem de que o fator motivador para a busca de um trabalho perfeito está na dificuldade para lidar com a rotina.

Veja Mais
Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
A aviação e suas regras

A rotina tem peso e significados diferentes para as pessoas, dependendo do que está sendo feito. O desânimo e falta de motivação logo aparecem quando a pessoa se deixa contaminar com comentários de colegas que estão insatisfeitos justamente porque não sabem lidar com a rotina nem mudar seus hábitos.

Observe quantas pessoas ficam contando as horas para chegar logo o fim de semana e declaram abertamente isso nas redes sociais. Alguns sentimentos como o tédio, angústia, aborrecimento, desânimo entre tantos outros, podem evoluir para quadros mais graves como a depressão, por exemplo.

Existem pessoas que ficam reclamando do trabalho e que as atividades são sempre as mesmas, que nada muda na empresa e por aí vai, quando na verdade são mecanismos de fuga para não enxergar que a própria vida está em um ciclo entediante. Observe que essas pessoas mal conseguem esperar para chegar o fim de semana e quando chega, logo começam a reclamar que a segunda-feira está às portas. Assim recomeça todo o ciclo.

A forma como encaramos a vida nos guia em todos os campos que atuamos. Se procurarmos olhar as coisas de uma maneira positiva já é um grande passo para o sucesso. E como fazer isso? Realmente não é simples, pois está diretamente ligado aos nossos comportamentos e muitas vezes não nos conhecemos o suficiente para compreender o que está nos afetando.

Em muitos casos é preciso de ajuda profissional, como um programa de coaching, por exemplo, onde os desenvolvimentos pessoais e profissionais ajudam a pessoa a direcionar sua trajetória de vida. Para começar já, podemos destacar algumas dicas importantes:

Pensamento positivo: filtre os comentários que não são saudáveis para você - sabemos quem são as pessoas que estão sempre reclamando de tudo e de todos. Se possível, evite-os.

Valores e espiritualidade: faça uma identificação pessoal e coloque no papel quem é você, qual a sua missão e quais os papéis que você exerce na vida. Faça um panorama do que e em quem você realmente acredita.

Reconhecimento: comece a observar as coisas boas que acontecem diariamente em sua vida e em tudo o que ocorre ao seu redor. Aprenda com as dificuldades e saiba tirar as lições que a vida impõe.

Mudança: mude seu olhar para a forma negativa do que você chama de rotina. Quem faz a vida ser interessante somos nós, portanto, faça coisas interessantes, coisas novas, criativas e não tenha receio do julgamento dos outros.

Realização: faça coisas que você gosta e diga aos outros o quanto você é feliz com o que faz. Pronunciar, lançar palavras positivas para o universo pode acabar conspirando para atrair coisas boas para sua vida.

A rotina tem seu valor e sua importância. Para um bebê a rotina é questão de sobrevivência e uma resposta de segurança quando suas necessidades são atendidas. No trabalho algumas atividades ou tarefas têm a mesma necessidade de rotina, cabendo a nós identificar, entender e aceitar quando ela é essencial para o sucesso da empresa.

Agora, saber quando a rotina se tornou comodismo criado por pessoas que querem viver em suas zonas de conforto e impedem o seu desenvolvimento, é um grande desafio. É hora de colocar em prática toda a sua criatividade e se abrir para crescer e ser feliz!

(*)Alan Cordeiro é administrador e consultor da M&S, consultoria especializada em desenvolvimento humano.

Cinco ações que devem ser evitadas em 2017
Ao fim de cada ano, realizo uma pesquisa com funcionários de empresas de todo o Brasil para avaliar quais foram as coisas que mais impactaram na prod...
A aviação e suas regras
A aviação conseguiu, em menos de um século, aproximar os continentes, as empresas e, principalmente, as pessoas. Foi uma evolução tão rápida que não ...
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions