A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

07/09/2013 09:05

Mulher Bombril

Por Heitor Freire (*)

As infinitas capacidades de que são dotadas as mulheres são motivo de constante análise e avaliação por minha parte. Sou um entusiástico admirador delas. Na condição de casado há mais de cinquenta anos e pai de sete filhas maravilhosas sou testemunha ocular do que afirmei acima. Sou grato a Deus por tudo, mas principalmente por viver rodeado por mulheres de todos os lados. As mulheres são seres que aprenderam desde o começo que a flexibilidade é a palavra chave no processo do crescimento.

Veja Mais
A aviação e suas regras
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos

Encontrei no dia 24, no Parque das Nações Indígenas,a Odilene, moça que se casou com meu sobrinho Fernando Pacheco, coronel do Exército. Ela mesma se identifica com o título deste artigo: Mulher Bombril. Ela é graduada em história pela UCDB, e antes disso vendia roupas que comprava na 25 de Março, em São Paulo.

Pois bem, o Fernando é pára-quedista e faixa preta de caratê. Logo depois do casamento Odilene começou a treinar saltos e hoje é uma pára-quedista de corpo e alma. No caratê já conquistou a faixa amarela. Aprendeu orientologia, esporte que busca adestrar seus adeptos no sentido da orientação num terreno desconhecido.

Ela ocupa hoje o 4º lugar no ranking nacional da Confederação Brasileira de Orientologia. Faz trabalhos de pedreiro em casa. Mãe zelosa, educa a filha Agatha com toda atenção e disciplina. Por minha sugestão, dada a sua imensa capacidade de convencimento, está terminando o curso de técnica em transações imobiliárias e como estagiária já está trabalhando com êxito. Será uma corretora de imóveis de muito sucesso.

Nesse dia que a encontrei, estava ajudando na produção do SESI Bonecos do Mundo. É a verdadeira mulher bombril. E por quê? Porque tem mil e uma utilidades.

Essa mesma identificação encontro na maioria das mulheres com quem convivo e conheço. A minha mulher, Rosaria minhas filhas, Valéria, Andréa, Raquel, Alessandra, Flávia e Thais, minhas cunhadas Gilda e Isabel, são todas exemplos de mulher bombril.

Se eu fosse citar todas as mulheres que conheço com essa característica, faltaria espaço. Essa qualidade é inerente ao ser feminino: a capacidade de fazer muita coisa diferente ao mesmo tempo, acrescida da condição divina de gerar seres humanos e educá-los, lhes dá o grande diferencial em relação ao homem. Sem elas nós todos estaríamos fritos.

Outra capacidade que identifico nas mulheres é a de vencer obstáculos. No dizer de Rui Barbosa, citado pelo professor Hildebrando Campestrini, a água, ao encontrar um obstáculo pára, procura contorná-lo, se avoluma e depois de muitas e inúmeras tentativas, passa por cima. Vejo também na mulher essa capacidade. Ela é muito mais eficaz que o homem. Dê a ela um problema que ela vai buscar uma solução. Se algum dia você precisar anotar alguma coisa e não tiver uma caneta, procure uma mulher com o cabelo preso. Provavelmente terá uma, prendendo seu cabelo.

A crença popular afirma que, na hora de realizar diversas tarefas simultâneas, não há quem vença as mulheres. Elas podem falar ao telefone, conferir o Facebook, pentear o cabelo e ainda brincar com um cachorro, tudo isso ao mesmo tempo, sem qualquer problema — enquanto isso, seres do sexo masculino teriam dificuldade até mesmo para participar de uma conversa enquanto amarram o tênis. Não precisamos exagerar também, não é?

(*) Heitor Freire, corretor de imóveis e advogado

A aviação e suas regras
A aviação conseguiu, em menos de um século, aproximar os continentes, as empresas e, principalmente, as pessoas. Foi uma evolução tão rápida que não ...
Lei Orgânica da Assistência Social – 23 anos
Nos últimos anos, a Assistência Social vem construindo uma nova trajetória, organizando-se sob novos padrões e afirmando-se como parte integrante do ...
Morre no trânsito o equivalente a 2 aviões da Lamia lotados por dia
Por dia, no Brasil, morrem em acidentes de trânsito o equivalente a ocupantes de dois aviões da Lamia, que transportava o time inteiro da Chapecoense...
Um galo para Asclepius
Sócrates, o filósofo ateniense, cujos preceitos influenciaram o pensamento ocidental de forma muito marcante e definitiva, tinha uma característica: ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions