A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

15/05/2013 08:37

Posse responsável de cães é segurança para todos

Por João Rocha (*)

São frequentes as notícias que vemos e ouvimos na mídia sobre pessoas atacadas por animais domésticos, principalmente cães. Em todos os casos os ataques acontecem em pessoas que convivem com os animais, seja em casa, seja nas atividades diárias de trabalho. Nas ruas rotineiramente, carteiros e outros profissionais são as maiores vítimas de ataques de cães.

Veja Mais
Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo

O cão é um amigo fiel, como está na sabedoria popular. É companheiro e também faz a guarda do seu território, a casa de seu dono. Pelo instinto de proteção e guarda, os cães atacam qualquer um que tente invadir seus domínios. No trabalho de entregar correspondências e encomendas, o carteiro é tido pelo cachorro como um ‘invasor’, mas cão e carteiro podem ter uma convivência pacífica.

Para evitar incidentes com ataques de cães a carteiros é preciso que antes de mais nada, o proprietário tenha posse responsável sobre seus animais. Em seguida, é preciso garantir a segurança do carteiro, para que os Correios sigam prestando corretamente seus serviços.

São medidas simples: vacinar sempre os cães contra a raiva e outras doenças, verificar sempre se o portão da casa está bem fechado, caso o cachorro fique solto no quintal enquanto o dono atende o carteiro e instalar uma caixa receptora de correspondências junto ao portão, grade ou muro de tal forma que o carteiro não precise entrar no quintal ou colocar a mão ‘nos domínios do cachorro’.

A caixa receptora de correspondências, quando instalada e bem posicionada, garante segurança não só para o carteiro, mas também para você, pois ela protege suas correspondências da chuva e até mesmo de ser destruída pelo seu cão. As caixas receptoras são facilmente encontradas em lojas de ferragens e material de construção.

Podem ser dos mais diferentes modelos, mas precisam seguir essas medidas mínimas: ter uma abertura com 25 cm de largura e 2 cm de altura para a entrada de correspondências, não podendo ter partes cortantes ou rebarbas, para evitar ferimentos.

A altura a ser instalada deve ser de 1,20 a 1,60m em relação ao piso. O espaço para acomodar bem as correspondências deve ter 27 cm de largura, 16 cm de altura e 36 cm de profundidade.

É bom lembrar: seu cão é de sua responsabilidade. O artigo 936 da Lei Federal 10.406/2002 – Código Civil determina que é o dono o responsável pelos danos causados pelo animal solto ou guardado sem cautela.

Se existem cães soltos pela rua, ela se torna um território perigoso para qualquer pessoa que por ali passe. Neste sentido, conversar com os vizinhos para que a rua se torne um lugar seguro para todos é fundamental.

Com esses cuidados, o carteiro ganha tempo na execução do trabalho e a vizinhança ganha com um melhor serviço e uma rua mais segura para todos!

(*) João Rocha é diretor regional dos Correios em Mato Grosso do Sul.

Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
Segundo pesquisas, temos contato com aproximadamente 2.000 marcas em um dia “comum” e menos de 300 delas ficam em nossa memória. Por isso, essas marc...
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...
Educação e o futuro da alimentação
Educação deve colaborar na preparação de todos para o pleno exercício da cidadania e, especialmente, formar os jovens para uma vida profissional que ...
Convenções internacionais e competitividade
O Brasil precisa atuar com mais critério na hora de analisar e ratificar convenções multilaterais, especialmente as negociadas no âmbito de entidades...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions