A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

18/10/2013 09:25

Quem defende o errado está certo?

Por Elizeu Dionizio (*)

Um fato histórico foi vivenciado essa semana na Câmara Municipal de Campo Grande. Foi instaurada uma Comissão Processante para julgar infrações que o senhor prefeito cometeu quando deveria ter observado apenas e tão somente o interesse público nas decisões que afetam a vida dos cidadãos da Cidade Morena.

Veja Mais
Tédio é a falta de projeto
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?

O Poder Legislativo está exercitando suas competências e sendo exigido a mostrar uma maturidade e serenidade, respeitando-se a legislação, neste difícil momento a que o Sr. Alcides até agora nos conduziu.

A vida em sociedade exige respeito, integridade, coerência, lealdade, compromisso, submissão às autoridades e à legislação, outras tantas virtudes e valores duramente conquistados e que nos permite outorgar aos nossos filhos e descendentes como válidos para imaginar que a perpetuidade da nossa eternidade seja como pessoas civilizadas.

Dentre esses valores e virtudes, uma hoje se destaca: a capacidade de distinguir entre o Certo e o Errado. Reafirmo: Existe o Certo e existe o Errado.

Ensinamos as nossas crianças tal diferença, acreditando que, no futuro como adultos e responsáveis por TODOS os seus atos, nas decisões das suas vidas estejam aptos e capacitados a escolher as coisas certas e rechaçar as coisas erradas. E a razão deste desejo é que todos os ATOS tem CONSEQUÊNCIAS.

As coisas certas produzem consequências boas. As coisas erradas só podem geram consequências ruins.

Esta é a regra universal. Que também vale (ou ainda deve valer) aqui em Campo Grande.

Desde sua posse como principal responsável por conduzir os rumos de nossa cidade o que se viu foram decisões em desconformidade com a legislação, desalinhadas com o interesse público, desconectadas das necessidades das pessoas, praticadas na contramão das boas regras de gestão pública, trazendo instabilidade e insegurança, afastando investimentos, em suma prejudicando as pessoas em primeiro lugar.

Chamo a atenção da sociedade campo-grandense, pois nessa maratona de desmandos e paralisia pública, que tantos prejuízos e atrasos já provocaram no atendimento das necessidades do novo povo, existem os defensores do errado, que buscam através de malabarismos gramaticais e subterfúgios venderem que o Errado está certo.

O Errado é errado. Independente do ponto de vista ideológico ou pseudo-político. E como erro tem consequências. E dentre elas a substituição de quem deveria ter acertado em suas decisões. Erro, aliás, passível de verificação por simples alunos ou noviciados.

E apenas para reflexão! Quem defende o Errado está certo?

Para mim e acredito que para muitos pais e mães ciosos do futuro dos seus filhos (aqui em Campo Grande), entendo que: Quem defende o Errado está tão errado como quem erra!

Portanto, rogo a Deus que capacite os vereadores responsáveis por essa Comissão Processante e permita que a nossa querida e importante cidade de Campo Grande possa continuar sabendo a diferença entre o Certo e o Errado.

(*) Elizeu Dionizio Souza da Silva é vereador em Campo Grande pelo SDD (Solidariedade).

Tédio é a falta de projeto
Recentemente, deparei-me com duas situações. Na primeira, eu almoçava com dois amigos, ambos na faixa dos 55 anos de idade, funcionários públicos bem...
Dólar alto: bom ou ruim para o agronegócio?
Claro, depende da hora e do mercado, exportação ou de mercado interno. Agora, falando da soja, o principal produto da pauta brasileira de exportações...
Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
Segundo pesquisas, temos contato com aproximadamente 2.000 marcas em um dia “comum” e menos de 300 delas ficam em nossa memória. Por isso, essas marc...
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...



só espero que tudo que esta acontecendo em campo grande nao seja uma grande magua de politca de cidadoes que nao sabe perder eleições e acha que vai ficar no poder para eternidade pois pode ter certeza que isso só esta acontecendo pois o prefeito alcides nao deve ter procurado algumas empreiteiras para fazer asfalto com ex; ccr etc ; JA EM DOURADOS o prefeito come na mao do governador já sumil até carregadeira da prefeitura e os vereadores nem se quer pediu uma investigação .
 
jose roberto em 19/10/2013 22:21:45
Concordo em gênero, número e grau contigo vereador. Mas o pessoal que defende o prefeito, é constituído de ignorantes que não tem acesso a outra mídia além da rádio mentirosa do Sr prefeito, que não tem tempo para nada, mas vive na rádio e no facebook e de pessoas que viviam pleiteando cargo público comissionado, como moscas na carne estragada, durante anos tiveram como unica capacitação e profissão "puxar o saco dos políticos" para ver se sobrava uma "boquinha" para eles...agora que conseguiram através do prefeito, visto que este demitiu inúmeros profissionais e colocou pessoas "de sua confiança" mas totalmente incompetentes e por isso está o caos que vemos hoje. Os primeiros acreditam nas promessas infundadas e impossíveis do Bernal e os segundos querem aproveitar a carniça eqto puderem.
 
Afonso Netho em 18/10/2013 12:22:42
Elizeu Dionizio. Concordo contigo que quem defende o errado, está tão errado como quem errou. É justamente isto que está acontecendo com os eleitores quem votaram no Bernal, e que agora estão querendo defendê-lo à qualquer custo. Se o Bernal está errado, seus eleitores precisam aceitar que ele pague pelo seu erro. Quem quer defendê-lo está tão errado quanto ele. Aquí cabe o dito popular: "O pior cego é aquele que não quer ver".
 
VALDIR VILLA NOVA em 18/10/2013 10:06:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions