A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

06/04/2016 16:09

Vendas em queda e a previsão não é boa

Por Jaques Grinberg (*)

Vendas em queda, empresas fechando, empresários endividados e um país sem expectativas de mudanças no cenário econômico. Estamos vivenciando uma situação que os jovens desconheciam, algo novo para os universitários por exemplo – eles não sabem o que é crise. É como explicar para uma criança que antigamente existia uma máquina que ao digitar o texto já saia no papel automaticamente, sem precisar mandar imprimir (chama-se máquina de escrever).

Veja Mais
Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo

As vendas caem e o desemprego aumenta ou as vendas caem por causa do aumento do desemprego? Sim, o desemprego é um dos principais fatores que fazem as vendas caírem, sem emprego, as pessoas economizam. As restrições aumentam, os créditos ficam mais difíceis por causa dos riscos e as empresas precisam inovar para continuar vendendo.

Inovar quer dizer trabalhar mais? Também! Inovar é fazer diferente para fazer a diferença. Se você continuar fazendo as mesmas coisas com o mesmo foco, em um momento de crise, o resultado será menor. É preciso fazer mais para aumentar ou manter os resultados em vendas.

E muitos empresários cometem um grande erro, na momento de corte de despesas, dispensam vendedores por causa dos salários altos que muitas vezes são de comissões. E as comissões são resultados em vendas, então, imagine ficar sem estes resultados?

Agora, sete dicas poderosas para maximizar as vendas até na crise:

1ª Trabalhe mais, não em horas, mas sim com foco, persistência e dedicação.

2ª Organize-se e faça um planejamento estratégico de vendas.

3ª Mantenha uma equipe preparada e motivada para render mais. Lembre-se, a desmotivação do gestor reflete nos resultados da equipe.

4ª O que você nunca fez e que pode fazer agora para potencializar os resultados?

5ª Guerra de preços oferecendo descontos jamais! Ofereça soluções para os seus clientes e o preço não será o problema.

6ª Ofereça um atendimento gourmet, um atendimento diferenciado para fidelizar clientes e aumentar o ticket médio por venda.

7ª Faça perguntas que vendem, técnica do coaching de vendas, para conhecer o cliente, levantar as suas necessidades e desenvolver argumentações eficazes.

E se você acha que a crise realmente é culpada de tudo, eu deixo uma pergunta de coaching para sua reflexão: existe alguma empresa do seu segmento no Brasil ganhando dinheiro na crise? Se a resposta for sim, o problema não é só a crise, é falta de inovar. Com certeza essa empresa que está ganhando dinheiro e vendendo o mesmo que você vende, faz algo diferente para fazer a diferença. Pense nisso!

(*) Jaques Grinberg é empreendedor, coach, palestrante, consultor e sócio em quatro empresas, considerado o maior especialista em coaching de vendas do Brasil; autor do livro 84 Perguntas que Vendem.

Marcas lutam diariamente para impactar as pessoas
Segundo pesquisas, temos contato com aproximadamente 2.000 marcas em um dia “comum” e menos de 300 delas ficam em nossa memória. Por isso, essas marc...
A modernização das leis do trabalho: oportunidade, não oportunismo
Crises econômicas em qualquer país do mundo ensejam debates sobre reformas. São nos cenários de recessão prolongada que as nações se defrontam com se...
Educação e o futuro da alimentação
Educação deve colaborar na preparação de todos para o pleno exercício da cidadania e, especialmente, formar os jovens para uma vida profissional que ...
Convenções internacionais e competitividade
O Brasil precisa atuar com mais critério na hora de analisar e ratificar convenções multilaterais, especialmente as negociadas no âmbito de entidades...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions