A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

21/10/2016 12:02

“Paciência tem limite”, diz Reinaldo ao cobrar União por apoio na fronteira

Cobrança foi feita durante entregas da segunda etapa do MS Mais Seguro

Luana Rodrigues e Leonardo Rocha
Foram 135 motos, adquiridas por meio do MS Mais Seguro. (Foto: Fernando Antunes)Foram 135 motos, adquiridas por meio do MS Mais Seguro. (Foto: Fernando Antunes)

O governador Reinaldo Azambuja voltou a cobrar investimentos do governo federal em Mato Grosso do Sul. A nova cobrança foi feita durante a solenidade de entrega dos investimentos do programa MS Mais Forte, na manhã desta sexta-feira (21), lançado este ano pelo Executivo Estadual.

Veja Mais
Plano de governo garante melhorias na segurança, diz secretário
Ninguém acerta a Mega-Sena novamente e prêmio acumula em R$ 9,6 milhões

“Toda paciência tem limite, a minha está se esgotando, caso o governo federal não invista na fronteira ou no sistema prisional, o Estado vai entrar com uma ação na Justiça Federal, pedindo ressarcimento pelos gastos que MS tem”, afirmou o governador.

Esta não é a primeira vez que o governador pondera sobre investimentos da União no Estado, principalmente para colaborar no combate ao crime organizado. “A região de fronteira e o sistema prisional precisam de ajuda da União. Já mostrei ao ministro da Justiça que precisamos do auxílio deles”, disse.

MS Mais Seguro - Nesta sexta-feira (21), foram entregues para a Polícia Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, 135 motos, quatro vans e uma camionete, 1,7 mil coletes balísticos, 100 espingardas, 890 mil munições, 97 equipamentos para os Bombeiros. Esta é a segunda entrega do governo para a Segurança, por meio do programa estadual. Ao todo, estão previstos investimentos de R$ 96 milhões.

Segundo o governador, está prevista ainda a compra de mais 380 viaturas até o fim do ano, assim como 5.600 coletes, que devem ser entregues até o início de 2017. Além disso, segundo Reinaldo, antes do fim do ano vai haver um curso de formação para que 360 soldados se tornem cabos e 150 cabos subam para a patente de sargentos. Serão investidos mais R$ 2 milhões nesta formação, um aumento de 700 mil na folha do Estado, por mês.

Em solenidade, mais uma vez, Reinaldo cobrou atenção da União à fronteira do MS. (Foto: Fernando Antunes)Em solenidade, mais uma vez, Reinaldo cobrou atenção da União à fronteira do MS. (Foto: Fernando Antunes)
Além de equipamentos para o Corpo de Bombeiros. (Foto: Fernando Antunes)Além de equipamentos para o Corpo de Bombeiros. (Foto: Fernando Antunes)

“MS é considerado o terceiro estado mais seguro do país, de acordo com o mapa da violência. Houve redução em casos de homicídios, roubos e furtos de veículos, o que mostra o esforço das polícias e os do Estado investimentos em segurança”, disse.

A redução no índice de crimes também foi ressaltada pelo Secretário de Segurança Pública, José Carlos Barbosa. “Houve uma redução de 11% no número de homicídios dolosos, 10% nos furtos e 9,7% nos roubos de veículos”, afirmou.

O secretário ainda lembrou que o governo já chamou 1.273 novos policiais e até o início de 2017 haverá a contratação de 438 novos agentes penitenciários.

Conforme Barbosinha, na terceira etapa do MS Mais Seguro, que deve ocorreu até o início do ano que vem, serão entregues mais 30 motocicletas, três mil coletes, 260 armas,16 unidade de resgate e 13 veículos de salvamento para uso dos bombeiros.

Até agora, segundo o governo, nas duas etapas do programa foram entregues 211 viaturas, 2.024 equipamentos de proteção, 890 mil munições, 330 armas e R$ 10 milhões em reformas de prédios.

Locação – A respeito da locação de 10 viaturas para o Batalhão de Choque, o titular da Sejusp afirmou que elas continuarão alugadas, mas, que, a intenção é substituí-las assim que o processo de compra de novos veículos seja concluído.

Governo entregou veículos, armas, coletes e equipamentos na manhã de hoje (21). (Foto: Fernando Antunes\Governo entregou veículos, armas, coletes e equipamentos na manhã de hoje (21). (Foto: Fernando Antunes\
Ninguém acerta a Mega-Sena novamente e prêmio acumula em R$ 9,6 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena acumulou, com o prêmio para o próximo sábado (10) podendo chegar a R$ 9,6 milhões, já que ninguém acertou as seis dezenas so...
MEC divulga gabarito da segunda prova do Enem; confira
Os gabaritos das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) aplicadas no último fim de semana estão disponíveis na internet e também no aplicati...



96.000.000,00 (milhões) em segurança pública para serem diluídos em três anos e 500.000.000,00 (milhões) em propaganda para serem diluídos em apenas um ano... essa é a prioridade de nosso governador!
 
TOYOSHI SATO em 21/10/2016 15:53:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions