A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

23/10/2016 15:56

Chuva veio forte e deu prejuízo no Jardim Leblon e no Bonança

Viviane Oliveira e Mayara Bueno
Depois da chuva,  Katiucy tira a água que invadiu a casa dela. (Foto: Alcides Neto) Depois da chuva, Katiucy tira a água que invadiu a casa dela. (Foto: Alcides Neto)
Ruas viraram rios no Jardim Leblon e Bonança. (Foto: Alcides Neto) Ruas viraram rios no Jardim Leblon e Bonança. (Foto: Alcides Neto)

A chuva veio forte e alagou várias casas e ruas do Jardim Leblon e Bonança, região sul de Campo Grande. Segundo os moradores foram pouco mais de 40 minutos de chuva.

Veja Mais
Chuva forte deixa regiões sem energia, alaga ruas e casas na Capital
Recadastramento de ambulantes em terminais será em janeiro e terá sorteio

Na Rua Tupiniquim com a Quitauna, a casa da técnica administrativa Katiucy Santos de Freitas, 36 anos, foi tomada pela água, que subiu cerca de 30 centímetros. “Toda vez que chove um pouco mais acontece isso”, diz a mulher que usando um rodo tentava tirar a água da chuva com a ajuda dos familiares.

O sofá e os colchões molharam, mas por sorte nenhum eletrodoméstico ficou danificado. No total, cinco pessoas moram no imóvel, inclusive uma idosa de 103 anos, que fica assustada toda vez que o tempo fecha.

A Rua Porto Batista com a Salto da Saudade no mesmo bairro, também se transforma em rio e fica intransitável. “Não tem como andar a pé aqui”, lamenta o motorista Elissandro de Souza Lima, 35 anos.

Perto dali, a água da chuva invadiu a residencia de Lenilton Cardoso, 30 anos, que mora há 11 na Rua Santo Ignácio. “É lamentável. A gente trabalha de segunda a sexta, paga tanto imposto para para acontecer isso toda vez que chove”, lamenta.

Além de alagamentos, o Corpo de Bombeiro já registrou também quedas de árvores, na Rua Dom Aquino, na Rua Manoel Joaquim Moraes e na Rua Itaguassu, no Bairro Guanandi. 

Recadastramento de ambulantes em terminais será em janeiro e terá sorteio
Foi definido em reunião na Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) que o processo de recadastramento dos vendedores ambulantes que poder...
Rapaz que colocou fogo na casa da mãe tem extensa ficha criminal
O rapaz de 26 anos que colocou fogo na casa da mãe, na manhã desta quinta-feira (8) na rua Beira Mar, bairro Coophavilla II - região sul de Campo Gra...



É engraçado ver as pessoas agora culpando a prefeitura, mais o grande culpada é a própria população, que joga de tudo nestas margens de rios, é a grande lei do retorno um dia ele vai cobrar e cobrar caro os mal que lhe é feito.
 
Marco em 24/10/2016 07:42:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions