A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 29 de Julho de 2015

21/09/2013 12:12

Jovens reproduzem cenas de abuso e aborto para reduzir índice de crimes

Aliny Mary Dias
Cena de abusador e criança chama a atenção de quem passa pela Afonso Pena (Foto: Marcos Ermínio)Cena de abusador e criança chama a atenção de quem passa pela Afonso Pena (Foto: Marcos Ermínio)

Com cartazes, apitos, reproduzindo cenas de abuso sexual infantil e aborto, cerca de 30 jovens chamam a atenção de quem passa pela Avenida Afonso Pena esquina com a rua 14 de Julho, no Centro de Campo Grande.

Veja Mais
Ao procurar suspeito, polícia prende traficante no Jardim Noroeste
Servidores da Funasa em MS aderem a greve do funcionalismo federal

Os participantes fazem parte da Avalanche Missões Urbanas, um grupo que possui filiais em todo o Brasil e reúne jovens com objetivo de fazer intervenções urbanas para o enfrentamento de problemas recorrentes em todas as cidades do Brasil.

Diniz Braga faz parte de um dos grupos de Vitória, no Espírito Santo, e veio a Campo Grande para treinar cerca de 70 jovens que farão intervenções em toda a cidade. A primeira delas teve o foco no enfrentamento ao abuso infantil.

Além dos cartazes com os dizeres “Ontem papai me pegou” e “Abusador sexual tem cara” os jovens reproduziram cena de um abuso. Com os olhos pintados e acorrentado, um dos atores representa o abusador.

O homem, com feições maléficas, obriga outra atriz vestida de criança a realizar o abuso sexual. Tudo é encenado para que a situação pareça a mais real possível. Enquanto o abusador comemora a ação, outro ator que representa a sociedade o puxa.

Toda a encenação ganha tons dramáticos com os gritos dos jovens e até o choro de uma criança. No semblante dos motoristas e de quem passa pela calçada, a sensação é de constrangimento.

 

Cartazes também fazem parte de intervenção (Foto: Marcos Ermínio)Cartazes também fazem parte de intervenção (Foto: Marcos Ermínio)
Mulher arrastando bebê representa o aborto (Foto: Marcos Ermínio)Mulher arrastando bebê representa o aborto (Foto: Marcos Ermínio)

“Nós queremos mostrar o que muita gente não quer ver. Além do abuso sexual temos o tráfico de pessoas, a depredação e as políticas públicas que também são nosso foco”, completa Diniz.

Se para alguns a cena do abuso já é forte, a que vem a seguir é mais chocante ainda. Uma mulher vestida com saia estampada com a bandeira do Brasil, pintada com tinta vermelha que simboliza o sangue carrega uma triste realidade.

Amarrada ao corpo, uma boneca representa um bebê sendo arrastado pelo cordão umbilical. O objetivo é que as pessoas percebam as consequência do aborto. Vivane Vaz é diretora do Projeto Nova e atende vítimas de abuso sexual.

Segundo ela, a ação é fundamental para que as pessoas denunciem qualquer abuso ou aborto. “Nós sempre buscamos acolher essas pessoas em um momento difícil, nosso objetivo é ajudá-las”, explica.

Quem quiser saber mais sobre o projeto Avalanche Missões pode clicar aqui. Para quem precisar de auxílio em caso de abuso deve ligar para o Disque 100 ou entrar em contato com o Projeto Viva 99748271.

Veja Também
Adolescente de 16 anos é baleado com três tiros e morre no hospital
Edson Eduardo Carvalho, 16 anos, morreu após ser baleado com três tiros por volta das 17h de ontem (28), na Rua Paca, no Jardim Canguru, em Campo Gra...
Assaltante é identificado durante roubo e é preso em flagrante
Durante roubo, por volta das 19h de ontem (28), próximo ao Shopping Norte Sul, na Vila Marcos Roberto, vítima identificou assaltante, que é preso pel...


Passei pelo local e confesso, nunca vi uma manifestação tão idiota fetia como essa. Ninguém entendia a mensagem que estavam tentando passar. Uma tremenda idiotice.
 
Charles Luciano em 22/09/2013 10:07:57
A solução para a humanidade é o Evangelho de Cristo, e infelizmente o Evangelho está em crise devido os constantes escândalos daqueles que se dizem "crentes", mas suas obras são condiz com a santidade da palavra de Deus. Existem hoje muitos que se dizem pastores, mas o objetivo deles não é o de anunciar a salvação em Jesus Cristo, mas sim, buscar o interesse próprio, principalmente dinheiro. A Bíblia diz que não devemos olhar nem para a direita nem para a esquerda, mas olhar para o alvo que é Cristo. Os escândalos no Evangelho afastam o pecador das igrejas cristãs. A sociedade está se deteriorando a cada dia, a juventude está se perdendo com o avanço da tecnologia (televisão e internet). Está um Horror!
 
Olices Trelha em 21/09/2013 15:07:30
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions