A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

09/11/2016 09:15

Ladrão aproveitou que avó foi olhar comida para fazer crianças reféns

Guilherme Henri e Julia Kaifanny
Rua do bairro Colibri onde crianças foram feitas reféns (Foto: Marina Pacheco)Rua do bairro Colibri onde crianças foram feitas reféns (Foto: Marina Pacheco)

A avó das crianças de 11 e 9 anos feitas reféns em um assalto na noite de ontem (8), no Jardim Colibri disse que se ausentou da casa por cinco minutos para olhar a comida, que estava no fogo, em sua residência, localizada na frente da casa em que o crime aconteceu.

Veja Mais
Com faca nas mãos, bandido faz duas crianças reféns para roubar casa
Dívida de drogas teria motivado tentativa de assassinato no Monte Castelo

“Quando saí eu deixei a casa fechada. Minha neta, de 11 anos, estava dormindo e o seu irmão brincava com um tablet. O bandido deve ter entrado pela porta dos fundos, que possuí uma repartição de vidro e é possível colocar a mão e destrancar”, diz a mulher de 59 anos.

Para a mãe de 31 anos e terá a identidade preservada, a menina contou que o ladrão rendeu primeiro seu irmão que estava acordado, o amarrou com uma toalha e depois foi sua vez. “Ela disse que o bandido estava muito calmo e se armou com uma faca da própria casa. O ladrão dizia para que os meus filhos ficassem calmos, porém nosso cachorro latia muito e por isso ele chegou a pedir que minha filha o mandasse parar de latir ou ele seria morto”, conta.

O ladrão estava muito sujo, pegou uma mochila da casa e roubou um som, o tablet que estava com o menino, secador e vários cosméticos. “Ele pegou a chave e saiu pela porta da frente bem calmo. Quando notou que o bandido tinha deixado a casa minha filha pegou o telefone e ligou para sua avó materna, que de imediato mandou meu irmão até minha casa”, detalha.

O tio foi informado pelas crianças sobre as características do assaltante e de motocicleta circulou pelo bairro conseguindo encontrar o bandido. Porém, o homem conseguiu fugir e deixou para trás o secador, som e o tablet. “Acredito que ele estava passando pela rua e viu a oportunidade, pois próximo a minha casa existe um poste queimado, o que deixa a rua muito escura de noite”, comenta.

Ainda segundo a mãe, o que fica agora é a insegurança. “Nunca pensamos que essas coisas podem acontecer com a gente. Estamos até pensando em colocar cerca elétrica na casa”, desabafa.

Com faca nas mãos, bandido faz duas crianças reféns para roubar casa
Irmãs de 11 e 9 anos foram amarradas com uma toalha e ameaçadas de morte durante assalto na noite de ontem (8), por volta das 20h30, em uma residênci...
Dívida de drogas teria motivado tentativa de assassinato no Monte Castelo
Marcelo Romero Soares, de 44 anos, foi ferido com uma facada na cabeça na noite desta sexta-feira (3), na rua Padre João Crippa, no bairro Monte Cast...
Assaltantes furtam joias no valor de R$ 13,5 mil e dois são presos
Uma mulher de 35 anos teve mais de R$ 13 mil em joias roubadas, após dois jovens e um adolescente de 15 anos, invadirem a casa dela durante à noite d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions