A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

08/11/2016 15:32

Matérias do Campo Grande News sobre pesquisas científicas são premiadas

Amanda Bogo

Duas matérias do Campo Grande News foram premiadas em segundo e terceiro lugar da categoria Online do II Prêmio Fundect de Jornalismo Científico 2015, que escolheu os melhores textos onde foram abordadas pesquisas científicas. A cerimônia de entrega aconteceu na manhã desta terça-feira (8), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

Veja Mais
Programa transforma produtores rurais em conservadores de águas
Projeto cria mangueiro inspirado em manejo criado por autista nos EUA

A reportagem "Programa transforma produtores rurais em conservadores de águas", do jornalista João Humberto, ficou em segundo lugar na categoria. Nela é abordada a adesão de produtores rurais que tem propriedades na região da Bacia do Guariroba ao Programa Manancial Vivo e desenvolvem práticas e manejos conservacionistas que diminuem as erosões e aumentam a infiltração da água no solo, e em troca recebem uma ajuda financeira.

O texto traz informações sobre uma pesquisa realizada no curso de Engenharia Ambiental da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que fornece suporte técnico-científico para a realização do programa.

"A matéria premiada é bem interessante, pois explica detalhadamente como funciona um programa que dá contrapartida aos produtores que têm propriedade na APA do Guariroba e desenvolvem práticas e manejos conservacionistas para melhorar a distribuição da cobertura florestal nas paisagens de sua fazendas, contribuindo para o aumento da infiltração da água no solo e para diminuir as erosões. Nesse contexto, pesquisa coordenada pelo professor pós-doutor Teodorico Alves Sobrinho, da UFMS, auxila no Programa Manancial Vivo dando suporte técnico-científico", avalia João Humberto. "Me senti bastante honrado em receber o prêmio, uma iniciativa interessante da Fundect", completa.

"Projeto cria mangueiro inspirado em manejo criado por autista nos EUA", assinada pela jornalista Caroline Maldonado, ficou em terceiro lugar na categoria Online. A reportagem mostra o trabalho de pesquisadores da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), em parceria com a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e a Tramasul, uma empresa de engenharia de instalações rurais, que uniram em um mangueiro, técnicas de manejo humanitário e tecnologias mais recentes com o objetivo de manter o gado visando o bem estar do animal.

"Agradeço sobretudo à Fundect e também aos pesquisadores da Embrapa e outros tantos de diversas instituições, que estão sempre dispostos a nos atender e tirar dúvidas. Sabemos que pesquisadores são pessoas que realmente gostam do que fazem, pois, muitas vezes, gastam tempo extra e recurso do próprio bolso em prol da pesquisa. Então, é um trabalho que merece ser reconhecido e pautado nos jornais com mais frequência", afirma a jornalista.

Prêmio - O Prêmio Fundect de Jornalismo Científico destaca e varoliza a publicação de matérias que focam a popularização da ciência veiculadas nos meios de comunicação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions