A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Janeiro de 2017

08/11/2016 15:32

Matérias do Campo Grande News sobre pesquisas científicas são premiadas

Amanda Bogo

Duas matérias do Campo Grande News foram premiadas em segundo e terceiro lugar da categoria Online do II Prêmio Fundect de Jornalismo Científico 2015, que escolheu os melhores textos onde foram abordadas pesquisas científicas. A cerimônia de entrega aconteceu na manhã desta terça-feira (8), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

A reportagem "Programa transforma produtores rurais em conservadores de águas", do jornalista João Humberto, ficou em segundo lugar na categoria. Nela é abordada a adesão de produtores rurais que tem propriedades na região da Bacia do Guariroba ao Programa Manancial Vivo e desenvolvem práticas e manejos conservacionistas que diminuem as erosões e aumentam a infiltração da água no solo, e em troca recebem uma ajuda financeira.

O texto traz informações sobre uma pesquisa realizada no curso de Engenharia Ambiental da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), que fornece suporte técnico-científico para a realização do programa.

"A matéria premiada é bem interessante, pois explica detalhadamente como funciona um programa que dá contrapartida aos produtores que têm propriedade na APA do Guariroba e desenvolvem práticas e manejos conservacionistas para melhorar a distribuição da cobertura florestal nas paisagens de sua fazendas, contribuindo para o aumento da infiltração da água no solo e para diminuir as erosões. Nesse contexto, pesquisa coordenada pelo professor pós-doutor Teodorico Alves Sobrinho, da UFMS, auxila no Programa Manancial Vivo dando suporte técnico-científico", avalia João Humberto. "Me senti bastante honrado em receber o prêmio, uma iniciativa interessante da Fundect", completa.

"Projeto cria mangueiro inspirado em manejo criado por autista nos EUA", assinada pela jornalista Caroline Maldonado, ficou em terceiro lugar na categoria Online. A reportagem mostra o trabalho de pesquisadores da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), em parceria com a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e a Tramasul, uma empresa de engenharia de instalações rurais, que uniram em um mangueiro, técnicas de manejo humanitário e tecnologias mais recentes com o objetivo de manter o gado visando o bem estar do animal.

"Agradeço sobretudo à Fundect e também aos pesquisadores da Embrapa e outros tantos de diversas instituições, que estão sempre dispostos a nos atender e tirar dúvidas. Sabemos que pesquisadores são pessoas que realmente gostam do que fazem, pois, muitas vezes, gastam tempo extra e recurso do próprio bolso em prol da pesquisa. Então, é um trabalho que merece ser reconhecido e pautado nos jornais com mais frequência", afirma a jornalista.

Prêmio - O Prêmio Fundect de Jornalismo Científico destaca e varoliza a publicação de matérias que focam a popularização da ciência veiculadas nos meios de comunicação.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions