A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

27/08/2012 16:28

Preso, assassino de professora nega que tenha tentado fugir

Gabriel Neris e Helton Verão

Evandro Fernandes confessou o crime. Ele teve a prisão preventiva decretada

Rapaz chorou durante apresentação e disse que precisa de tratamento (Foto: Rodrigo Pazinato)Rapaz chorou durante apresentação e disse que precisa de tratamento (Foto: Rodrigo Pazinato)

A polícia apresentou na tarde desta segunda-feira (27), no Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), Evandro José Barbosa Fernandes, de 34 anos, assassino confesso da esposa, a professora Zilca Fernandes Marques, 46. O crime ocorreu na última quarta-feira (22) no bairro Chácara do Poderes, em Campo Grande.

Evandro Fernandes confessou que matou a professora com 11 facadas. A prisão preventiva dele foi decretada, sob o argumento principal de que representa perigo à sociedade. Evandro foi indiciado por homicídio doloso.

Ele foi preso na tarde de sexta-feira quando estava dentro de um veículo Corsa na rua Santa Helena, na Vila Jacy. O carro era dirigido pelo irmão. A polícia acredita que Evandro tentava fugir, já que foi encontrado agachado no banco de trás do veículo e objetos pessoais foram achados no porta-malas.

Evandro alegou que não estava fugindo e afirmou que estava indo para a entidade Nosso Lar para se internar. Dependente químico, afirmou ter perdido as contas de quantas vezes passou por tratamento.

Ele disse que é dependente de pasta-base e cuidava de uma clínica de recuperação administrada pela própria família. A partir de 2005, passou a administrar o lugar.

O rapaz afirmou que passou dois anos sem usar drogas, mas teve recaídas e utilizada o dinheiro da clínica para comprar pasta-base. O pai, o irmão e a ex-mulher de Evandro registram boletim de ocorrência contra o rapaz por agressão.

De acordo com o delegado Márcio Custódio, a professora descobriu que Evandro havia voltado a se drogar. Ele sumiu por dois dias para usar drogas no matagal, segundo o próprio rapaz, e voltou.

Evandro diz que foi empurrado por Zilca e depois aplicou os 11 golpes com a faca. A polícia contesta que a professora o teria empurrado.

Durante a apresentação, Evandro chorou e disse estar arrependido. “Se pudesse voltar atrás, voltaria. Não sei por que tenho tanto medo, por isso me drogava. Preferia morrer”. A todo o momento o rapaz dizia que precisa de tratamento.

A polícia tem 10 dias para concluir o inquérito e espera encerrar o caso na próxima segunda-feira. Evandro foi indiciado por homicídio doloso.



Parabéns ao Policiais Civis pelo excelente trabalho!!!! Dá orgulho de ter Policiais tanto na PM quanto na PC que prestam um serviço muito eficiente em resposta ao crime cometido!! Bem que poderia ocorrer mais concurso senhor governador, pois a Polícia está precisando de contingente!!!! Se tivéssemos mais Policiais na ativa, creio que serviço seria melhor ainda!!!
 
José Barros em 28/08/2012 11:19:40
Bom na minha opnião não se tira a vida de ninguém, quem irá julgar o caso dele é o juiz . Mas ele precisa de um tratamento espiritual e psiquiatrico!
 
Lino Maropito em 28/08/2012 11:14:13
felizmente, ele agora vai pagar pelo que vez, no lugar onde se deve, atraz das grades onde todo animal deve ficar, ( desculpe a ofensa aos animais), fiquei indignada qdo ele deu a entrevista na sexta feira com cara de deboche e visivelmente drogado, e falando que estava em liberdade por que não foi preso em flagrante, e ainda colocando a culpa de estar nervoso por ter usado moderador de apetite.
 
valeria louzan em 28/08/2012 11:01:50
Precisa de tratamento uma ova, precisa é ser eliminado da face da terra isso sim, se fosse nos Estados Unidos ja iria direto para a cadeira elétrica, agora como sendo réu primário só ira pegar 4 anos de cadeia, é o que vale hoje uma vida neste país.
 
francisco carlos em 28/08/2012 10:09:43
Só falta ele falar que não queria matar a professora que tudo não passou de um mal entendido, vai se catar vagabundo, tem que ir pra CADEIA sim e pagar pelo que fez.....
 
MARCIO BENITES em 28/08/2012 08:13:47
Bandido bom é bandido morto...
 
Filipe Alberto em 27/08/2012 08:06:20
Tadinho! ta chorando? precisa de tratamento? aham, vão nessa!, trate esse assassino como dependente quimico, deixe-o somente com " tratamento" p ver no que vai dar. Esse bandido precisa de CADEIA, esse é o tratamento p assassinos frios, calculistas e sem vergonha como esse aí.
 
Fabiana Rocha em 27/08/2012 07:05:58
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions