A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

10/09/2014 11:55

Micro e pequenas empresas poderão contratar aprendizes por meio do Pronatec

Luana Lourenço, da Agência Brasil

As micro e pequenas empresas poderão contratar jovens aprendizes por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, Pronatec Aprendiz. O credenciamento e certificação dos estudantes que serão encaminhados como aprendizes às micro e pequenas empresas serão custeados com recursos do programa federal.

A ampliação do Pronatec Aprendiz foi anunciada hoje (10) pelos ministros da Educação, José Henrique Paim; do Trabalho, Manoel Dias, e da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos.

Segundo Afif, com o acesso ao Pronatec Aprendiz, as micro e pequenas empresas poderão contratar jovens trabalhadores e ajudá-los a entrar no mercado de trabalho. “Pelo menos 97% das empresas do país são micro e pequenas. A microempresa é uma macrofamília, é um ambiente onde o jovem aprendiz vai ter uma visão empreendedora. A micro e pequena empresa é o ambiente quase que ideal para esse programa de trabalho”, avaliou.

De acordo com o Ministério da Educação, responsável pelo programa, há parcerias em pelo menos 17 estados para oferta de cursos relacionados ao trabalho de aprendizes. “Estamos fazendo um casamento entre interesses das micros e pequenas empresas e do país na formação desses jovens que, depois dessa experiência, vão seguir no mercado de trabalho”, explicou Paim.

As micro e pequenas empresas interessadas na contratação de jovens aprendizes deverão se inscrever no site do programa. A partir da demanda dos empregadores, serão definidas as vagas para os estudantes interessados. O Ministério do Trabalho fará a articulação entre os jovens matriculados no Pronatec e a empresa para a efetivação do contrato.

Segundo Manoel Dias, pesquisa do ministério mostra que 82% dos jovens aprendizes permanecem no mercado de trabalho após o fim dos contratos.

Assim como nas grandes e médias empresas, os jovens aprendizes contratados pelas micro e pequenas terão jornada de trabalho de quatro a seis horas, com salário mínimo hora, e terão vínculo empregatício, com anotação na Carteira de Trabalho. Ao final do programa, que pode durar no máximo dois anos, o jovem recebe certificação técnica e poderá ser efetivado na empresa. As vagas dessa modalidade do Pronatec poderão ser ocupadas por jovens de 15 a 24 anos.

UEMS seleciona professores temporários para três unidades no Interior
Estão abertas inscrições para seleção de professores temporários para as unidades de Dourados, Aquidauana e Coxim da UEMS (Universidade Estadual de M...
TCE abre no dia 6 inscrições para processo seletivo de estágio com 44 vagas
Começa no dia 6 de março as inscrição de processo seletivo do TCE/MS (Tribunal de Contas) para estagiários. No total, são oferecidas 44 vagas, além d...
UEMS disponibiliza vagas para transferência interna e externa
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), divulgou aproximandamente 2 mil vagas para 54 cursos nas 15 unidades da instituição que serão p...
Prazo de inscrição em qualificação profissional do IFMS termina na quarta
Termina amanhã (22) o prazo para os interessados se inscreverem no processo seletivo para ingresso nos cursos de FIC (Formação Inicial e Continuada e...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions