A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

19/03/2012 15:09

Sistema com problema dificulta entrada no seguro-desemprego

Mariana Lopes

Serviço de preenchimento de vagas também foi prejudicado com a falha

Trabalhadores aguardam atendimento na Funsat (Foto: Marlon Ganassin)Trabalhadores aguardam atendimento na Funsat (Foto: Marlon Ganassin)

Há cerca de três semanas, um problema ocorrido no sistema do Ministério do Trabalho e Emprego tem dificultado muitos trabalhadores dar entrada no seguro desemprego em todo o Brasil. O serviço de preenchimento de vagas também foi prejudicado com a falha.

Segundo a coordenadora de intermediação de emprego da Funsat (Fundação Social do Trabalho), Mirian Maluly, todos os órgãos que utilizam o sistema do MTE passam pelo mesmo problema, mas não é frequente. “Tem hora que conseguimos concluir o processo, senão o trabalhador tem que voltar no outro dia”, explica.

Já quem não consegue ser atendido, preciso ficar no órgão até o final do expediente para receber uma senha e garantir atendimento preferencial no dia seguinte.

Pela terceira vez em uma semana, Andreia Correia Torres, 33 anos, chegou à Funsat às 7h30 desta segunda-feira (19) e até às 11h não tinha previsão para ser atendida, devido ao problema. Ela havia acabado de receber a notícia de que o sistema estava fora do ar novamente. “Já perdi a manhã inteira e não sei se serei atendida ainda hoje”, reclama.

No caso de Claudio Roberto Lobo, 30 anos, a saga em busca de uma oportunidade de emprego começou em Atibai, em São Paulo. Ele veio do interior paulista para morar com o irmão em Campo Grande e desde lá sofre com o sistema do MTE.

“Fiquei quatro dias tentando dar entrada no meu seguro desemprego lá, mas não consegui. Cheguei aqui na sexta-feira e hoje já vim tentar preencher o cadastro de emprego, mas parece que o problema é geral”, conta.

Em Campo Grande, apesar da situação, Mirian garante que o número de atendimento reduziu apenas 10%.

Claudio enfrentava o mesmo problema em São Paulo (Foto: Marlon Ganassin)Claudio enfrentava o mesmo problema em São Paulo (Foto: Marlon Ganassin)

Excesso de dados - De acordo com informações da assessoria do MTE, a Dataprev alega que a instabilidade nos dados do Cadastro Nacional de Informações Sociais ocorreu devido ao acesso de informações de todos os trabalhadores brasileiros e sem o qual não é possível fazer os cruzamentos de dados necessários para a concessão do seguro desemprego.

Ainda segundo a Dataprev, a situação está normalizada e os lotes de pagamento de seguro desemprego estão sendo processados normalmente.

Funsat oferece nesta quinta vagas para digitador, mecânico e pintor de móveis
A Funsat (Fundação Social do Trabalho) oferece nesta quinta-feira dezenas de vagas de emprego em Campo Grande. As oportunidades são para digitador, m...
Com 122 vagas e salários de R$ 12,6 mil, inscrição para concurso encerra dia 11
A Prefeitura de Fátima do Sul, distante 246 km de Campo Grande, encerra no dia 11 de dezembro, as inscrições para o concurso com 122 vagas e salários...
IFMS abre edital para especialização gratuita em oito cidades de MS
O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) lançou processo seletivo para o curso de especialização em Docência para Educação Profissional, Cien...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions