A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

29/11/2011 15:51

Especialista orienta cuidados contra alto índice de raios ultravioleta

Fabiano Arruda

Com as altas temperaturas em Mato Grosso do Sul, a orientação é adotar precaução e cuidado com a exposição ao sol por conta do alto índice de raios ultravioleta, pede a meteorologista do Cemtec/MS (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul), Cátia Braga

Veja Mais
Meteorologia prevê alta temperatura e baixa umidade na última semana de outubro
Com atraso de 3 anos, julgamento da morte de índio pode levar 60 meses

Segundo informações do órgão, em algumas regiões do Estado, o IUV (Índice ultravioleta) estará com valores máximos entre 11 e 14, número considerado extremo.

No entanto, ainda conforme o Cemtec, por conta da nebulosidade, o valor do IUV pode cair em até 70%.

As principais orientações dos especialistas nestes casos são para que a população procure locais que ofereçam sombra, utilize boné e protetor solar.

A radiação ultravioleta é considerada essencial para a preservação do calor e a existência da vida, porém, por conta dos buracos na camada de ozônio, a exposição à radiação se tornou mais intensa. A exposição demasiada aos raios IUV podem causar queimaduras, fotoalergias, envelhecimento cutâneo e até o câncer de pele.

Nesta terça, as temperaturas ficarão elevadas com máximas de 36°C em Bonito, Bela Vista, Aquidauana e 38°C em Corumbá.

A umidade relativa do ar também pode atingir níveis de alerta, pois deve ficará em torno de 35% na região pantaneira e entre 35 e 40% nas demais regiões.

Em Campo Grande não há previsão de chuva para hoje. A temperatura pode chegar a 33°C com umidade relativa em torno de 40%.

Pelos padrões da Organização Mundial da Saúde o registro de baixa umidade do ar entre 12% a 20% é considerado de alerta e, inferior a 12%, estado de emergência. Entre 20 e 30% é definido como estado de atenção.

Veja Também
Homem pede revisão do TJ-MS para diminuir pena de homicídio
A Sessão Criminal do TJ-MS irá julgar a revisão da pena de Everson Barros da Silva, condenado à pena de 12 anos e 6 meses de reclusão em regime fecha...
Explosão de projétil de canhão mobiliza Bope e bombeiros na Capital
Mais um projétil de canhão do Exército Brasileiro foi encontrado em Campo Grande. Desta vez, o artefato foi achado por populares em uma casa localiza...


imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions