A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

23/06/2015 10:56

“Abandonadas”, empresas do Distrito Industrial pedem ajuda ao governo

Na sexta-feira, empresários vão se reunir com deputado estadual na Associação Comercial para encaminhar reivindicações ao Estado

Helio de Freitas, de Dourados
Acesso ao Distrito Industrial de Dourados; empresários querem mais atenção do Governo do Estado (Foto: João Pires)Acesso ao Distrito Industrial de Dourados; empresários querem mais atenção do Governo do Estado (Foto: João Pires)

Reclamando de abandono, como falta de estrutura e até segurança, empresários do Distrito Industrial se reúnem sexta-feira às 16h em Dourados, a 233 km de Campo Grande, para pedir ajuda ao Governo do Estado. A reunião, na Aced (Associação Comercial e Empresarial), será com o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Zé Teixeira (DEM), que assumiu papel de interlocutor do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com os empresários.

Pelo menos 2.600 pessoas trabalham nas indústrias instaladas no Distrito Industrial, uma área pertencente ao Governo do Estado, localizada na região sul da cidade, entre a MS-156 e a BR-163.

De acordo com a assessoria da Aced, a instituição vai intermediar a busca de uma solução a pedido dos empresários, que reclamam principalmente da falta de infraestrutura, como acesso seguro ao distrito, limpeza das vias públicas internas, sinalização, poda de árvores e recapeamento.

Os empresários reclamam também indefinição entre prefeitura de Dourados e o Governo do Estado sobre a responsabilidade pelo Distrito Industrial. Segundo eles, há anos a área não recebe nenhum tipo de manutenção.

“A infraestrutura é fundamental para o crescimento. Temos o anúncio de grandes investimentos para nosso município, mas para isto é preciso que estas empresas tenham condições de se instalar aqui”, afirmou, através da assessoria, o presidente da Aced, Antonio Nogueira.

Não quer mais – No ano passado, o então governador André Puccinelli (PMDB) anunciou que faria a doação do Distrito Industrial para a prefeitura, mas a medida não se concretizou até o final de seu governo. Recentemente, o deputado Zé Teixeira disse em entrevista à imprensa local que o município não quer mais assumir o compromisso, por não ter recursos para investir no Distrito Industrial.

Ainda conforme o deputado, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) pretende investir no local e já teria encomendado estudos para construção de um trevo para melhorar o acesso ao distrito.

Prefeitura perde na Justiça e terá que pagar retroativos a professores
Em decisão tomada por unanimidade pelos desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a prefeitura de Ivin...
Após relato sobre caça e extração ilegal de madeira, PMA apreende arma
Após receber denúncias de extração ilegal de madeira e caça ilegal sendo praticadas em Ivinhema - município localizado a 282 km de Campo Grande -, um...
Falso médico é acusado de matar paciente em hospital do interior
O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou à Justiça e pediu a prisão do falso médico Marx Honorato Ortiz. Ele teria atuado no Hospital Municipal ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions