A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

20/12/2010 09:33

Acusado de chefiar jogatina, Nilton Servo é capturado

Aline Queiroz

Ele estava escondido no distrito de Camisão, em Aquidauna

Nilton Servo foi um dos presos da Operação Xeque-Mate em 2007. Foto: ArquivoNilton Servo foi um dos presos da Operação Xeque-Mate em 2007. Foto: Arquivo

Alvo de processos no Mato Grosso do Sul, onde é apontado como chefe da máfia da jogatina, o ex-deputado estadual pelo Paraná, Nilton Cezar Servo, 55 anos, foi preso no distrito de Camisão, em Aquidauna.

Denúncias anônimas indicavam à Polícia que ele estava escondido no distrito e ele foi capturado pela Rotai (Rondas Ostensivas Táticas).

Nilton foi abordado dentro de um veículo Fiat Pálio que trafegava pela rua e, quando os policiais checaram os documentos, constataram o mandado de prisão que tinha em aberto expedido pela Justiça do Paraná.

Ele foi preso pela última vez em junho deste ano, por exploração do jogo ilegal. A prisão foi em Ponta Grossa (PR).

Na ocasião, ele era suspeito de ser dono de bingos na cidade e teria mandado um funcionário atear fogo em uma casa de jogos de um grupo concorrente, na cidade de Paranavaí, no Paraná.

Após ter colocado fogo na casa de jogos, o funcionário teria pulado a janela do prédio e um policial militar de folga que passava pelo local tentou ajudá-lo.

Foi quando Servo apareceu para resgatar o funcionário. Ele teria atirado três vezes contra o policial militar, que não foi atingido.

O ex-deputado negou a acusação e declarou que estava na cidade para estabelecer contatos políticos, pois pretendia se candidatar a deputado estadual ou federal nas eleições do mês de outubro, o que não ocorreu.

No carro dele foi encontrada uma arma e uma garrafa com gasolina. Ele chegou a ser encaminhado presídio Hildebrando de Souza, no Paraná.

Ficha extensa - Ele havia sido preso em junho de 2007 pela Polícia Federal, em Uberlândia (MG), acusado de comandar a "máfia dos caça-níqueis" no Brasil.

Em 2008, foi alvo da Operação Xeque-Mate, que prendeu centenas de pessoas em Mato Grosso do Sul, acusadas de envolvimento com a jogatina.

Depois disso, voltou a ser preso em julho de 2009, acusado de chefiar uma organização criminosa responsável por contrabando e descaminho de cigarros estrangeiros.

A prisão ocorreu durante a Operação Bituca, que foi coordenada pela Delegacia da Polícia Federal de Guaíra.

Nilton Servo foi deputado estadual entre 1991 e 1995 pelo Paraná era suplente de deputado federal do Mato Grosso do Sul, depois de ter sido candidato a prefeito e a deputado.

Ele também foi candidato a prefeito de Maringá em 1996. Em 1998, andidatou-se a senador e novamente não teve sucesso. Já em 2002 obteve 12 mil votos como candidato a deputado estadual, mas novamente não foi eleito.

Nilton Servo, acusado de chefiar jogo, é preso de novo
Alvo de processos em Mato Grosso do Sul em que é apontado como chefe da máfia da jogatina, o ex-deputado estadual pelo Paraná e atual suplente de dep...
Tribunal de Justiça decreta prisão de Nilton Servo
O Tribunal de Justiça decretou a prisão de Nilton Cézar Servo, acusado de chefiar a máfia dos caça-níqueis em Mato Grosso do Sul.De acordo com o dese...
Filho de Servo pagou R$ 700 de fiança e foi liberado
Preso na madrugada desta terça-feira por dirigir embriagado e fazer ...



Se fosse um coitado que não pudesse pagar um advogado,já estaria "enraizado"na cadeia.A policia faz a sua parte,vem um "vetusto"desembargador e solta.Brasilzão.
 
Ronaldo Ancél Alves em 20/12/2010 10:17:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions