A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/05/2011 22:06

Administração Murilo completa 100 dias concluindo obras e preparando Lei de Uso do Solo

Paulo Fernandes
Administração de Murilo Zauith retomou obras paradas (Foto: Assecom)Administração de Murilo Zauith retomou obras paradas (Foto: Assecom)

A administração de Murilo Zauith (DEM) na Prefeitura de Dourados completou 100 dias nesta segunda-feira marcada por iniciativas com a intenção de retomar a normalidade na saída.

Logo após a posse, o prefeito determinou um levantamento das obras que estavam paradas e tomou providências para que elas fossem retomadas.

Ele fez a revisão de todos os contratos e regularizou os projetos que apresentavam pendências em Ministérios ou na Caixa Econômica Federal.

As ordens de serviço começaram a ser liberadas em abril. As unidades básicas de saúde do Altos do Indaiá, da Cabeceira Alegre, do Jardim Guaicurus e do Altos da Monte Alegre foram retomadas, assim como a segunda etapa da infraestrutura do Parque Ambiental Rego D’água; revitalização de parte da Rua Toshinobu Katayama e a drenagem e pavimentação das vilas Cuiabá e Santa Clara.

Também foram retomadas as obras de reforma e ampliação das escolas Padre Anchieta, Franklin Azambuja, Bernardina Correa de Almeida, Iria Lucia Konzen, Manoel Santiago de Oliveira, Clori Benedetti, Sócrates Câmara, Ruy Gomes e Geraldino Neves.

Entre os destaques estão a retomada do projeto para implantação da Clínica da Mulher, com recursos de R$ 901,5 mil de uma emenda do deputado federal Geraldo Resende (PMDB) e contrapartida do município de R$ 415,6 mil. O projeto ainda aguarda parecer do Ministério da Saúde.

Além disso, a Secretaria de Planejamento e a Procuradoria Geral do Município estão elaborando um projeto de lei, que será enviado para a Câmara Municipal, prevendo a triplicação do perímetro urbano.

A área atual é de 82 km², mas a intenção é ampliar para 260 km². Para Murilo, esse aumento territorial ampliará as possibilidades de investimentos no setor imobiliário. Ele acredita que a ampliação atenderá as necessidades de Dourados para os próximos dez anos.

Segundo o prefeito, antes de o projeto ser levado à votação, ele será submetido a uma ampla discussão com a sociedade interessada no assunto, como empresários, investidores e setor imobiliário.

Outro projeto que está sendo preparado para ser enviado para a Câmara Municipal é a Lei de Uso do Solo. A lei atual tem 30 anos e a Prefeitura considera necessário readequar as regras para atender a atual realidade de Dourados.




É... faz um bom tempo que não vemos notícias de investimentos para a Grande Dourados. Agora observamos os eixos sendo aprumados por lá. Salve salve!
 
CHRISTOPHER PINHO FERRO SCAPINELLI em 31/05/2011 11:19:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions