A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

12/01/2011 10:01

Adolescente crava faca em companheiro e é enquadrada na Lei Maria da Penha

Aline Queiroz e Nadyenka Castro

Uma adolescente de Chapadão do Sul de 15 anos foi enquadrada na Lei Maria da Penha, criada para defender as mulheres de maridos agressivos.

Ela esfaqueou o companheiro, de 25 anos, que ficou com a faca cravada nas costas depois da tentativa de homicídio.

O crime ocorreu na madrugada de ontem, na Rua São José dos Pinhais, Bairro Sibipiruna, em Chapadão do Sul, cidade distante 321 quilômetros de Campo Grande.

O estado de saúde do rapaz esfaqueado é considerado gravíssimo.

Segundo a Polícia Civil, a garota foi apreendida e, quando percebeu que seria recolhida a uma unidade de internação, tentou agredir um investigador.

Ela também quebrou a porta do banheiro da delegacia e outros objetos que encontrou pela frente.

À Polícia, a adolescente disse que brigou com o companheiro porque não queria que ele fosse trabalhar.

Durante luta com a adolescente, ele conseguiu escapar e acabou atingido pela facada nas costas.

O Corpo de Bombeiros socorreu a vítima.Devido à gravidade do caso, o jovem foi encaminhado à Santa Casa de Campo Grande.

O nome do rapaz não será divulgado para preservar a adolescente infratora.

Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira
Idoso de 61 anos e brasileiro, sofreu um sequestro relâmpago na manhã deste domingo (4), enquanto descia do seu veículo para realizar compras no lado...
Concurso Beleza Negra acontece na próxima sexta-feira em Dourados
A cidade de Dourados - que fica a 233 km de Campo Grande - recebe na próxima sexta-feira (9), a partir da 19h, a primeira edição do Concurso Beleza N...



MinhA amiga Maria Madalena Alves a lei Maria da Penha nao se refere somente e eclusivamente a mulher essa lei foi criada para defender todos que sofre agressao dentro de casa.....la na lei nao esta escrito que ela e especificamente para as mulheres e sim para todos de ambos os sexo...
 
Emerson Roberto R.Fernades em 13/01/2011 08:14:49
A lei maria da penha serve tanto para agressões no marido qto na mulher....mas o surgimento dela...foi devido as agressões domésticas sofridas pelas esposas...inclusive o nome que se dá a lei foi um caso de uma esposa agredida que teve um final trágico...mas ela é abrangente...sua aplicação é em todo caso de agressão doméstica sem definir o infrator se é do sexo masculino ou feminino...a lei é igual para todos...nao se engane achando que só serve para as mulheres, essa ai se enganou cruamente e a lei foi aplicada contra ela...hoje acontece também que a lei permite que se reconheça que um homem pode sofrer crime de estupro..antigamente nao existia aplicação para isso...DIREITOS IGUAIS SEMPRE......
 
Henderson Segawa em 12/01/2011 11:30:06
Como diria Sr. Omar do seriado "Todo mundo odeia o Chris":
- "Trágico!"
 
ANTÔNIO MARCOS ALENCAR DE LIMA em 12/01/2011 10:10:25
quando ela sair dessa fria, pode dizer para ela me procurar, essa e a mulher que eu pedi, mulher que pede para eu nao ir trabalhar, caramba to dentro, se ela falar que quer fazer amor o dia todo melhor ainda, so nao pode me cobrar de fazer compras, pagar contas, ai eu fico com a minha mesmo.
 
luiz fernandes em 12/01/2011 07:38:56
EU TAMBÉM GOSTARIA de saber qual foi a base utilizada para o enquadramento; ja que a lei Maria da Penha(Lei n. 11.340/06 ) se refere a violencia doméstica contra mulher.
 
Shirley Fênix em 12/01/2011 05:45:35
Maria, para você ver como essa lei é equivocada. Deveria proteger a todos da violência doméstica, mas protege somente a mulher, pois presume-se ser a parte mais fraca dos embates. Mas a realidade está aí e nem sempre a opressão, a violência, a insensatez, a covardia, a loucura, a falta de vergonha na cara são características masculinas. Devemos parar com essa mania de proteger as minorias e atacar as causas reais dos problemas, ir na raíz deles, porque da forma que está, apenas teremos paliativos, como essa lei.
 
Endrigo Zotelli em 12/01/2011 05:25:01
interessante esse enquadramento, pois nao ha previsibilidade nesta legislação especial para violencias ocorridas contra os chefes de familia, quiça a autoridade que recebeu o fato criminoso ou foi muito arguto em tal decisao ou a obtusidade o tomou por completo, sendo um ou outro fato, esta na hora do legislativo patrio, discutir tal circunstancia.
 
marcelo fagundes em 12/01/2011 05:01:21
Creio eu, que a base utilizada foi a jurisprudência, uma vez que outros magistrados já decidiram alguns casos neste sentido, penso que não há nenhuma injustiça alguma em decidir neste sentido, porquanto o crime aconteceu e se está lei pode servir de base para sentenciar casos em que a mulher é vítima, pode ser usada em casos que a mulher é réu!!
 
João Marcos em 12/01/2011 04:48:39
Gostaria de saber qual foi a base utilizada para o enquadramento; ja que a lei Maria da Penha(Lei n. 11.340/06 ) se refere a violencia doméstica contra mulher.
 
Maria Madalena Alves em 12/01/2011 03:02:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions