A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

21/11/2013 23:48

Aeroporto testa segurança para conter sequestro de aviões e ameaça de bombas

Vinícius Squinelo

O aparato de segurança do Aeroporto Internacional de Corumbá foi testado por mais de duas horas na manhã desta quinta-feira (21), durante exercícios simulados de sequestro de avião e de ameaça de bomba. O treinamento garantiu a preparação das forças policiais para o enfrentamento de uma situação semelhante, mas em proporções reais.

Veja Mais
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira

Sob o comando da Polícia Federal, todo o cerco policial foi montado para garantir o sucesso da operação. Equipes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros também foram mobilizadas, segundo informações do Diário Corumbaense.

O cenário trazia dois sequestradores armados que tomaram um avião [no exercício foi usado um ônibus da Marinha] e fizeram mais de dez reféns. Os bandidos exigiam que a aeronave fosse abastecida para que tivessem condições de fugir e já tinham matado dois reféns.

Até o momento da rendição houve uma intensa negociação. Os sequestradores fizeram uma série de exigências e à medida que eram atendidos foram libertando reféns parcialmente – quatro pessoas foram liberadas. A rendição veio após a garantia de preservação da integridade física e que a Imprensa acompanhasse o momento em que se entregariam para a equipe do Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Polícia Federal.

Ainda segundo o Diário Corumbaense, mesmo num exercício de treinamento, a situação foi bastante tensa. No meio das negociações chegou a denúncia que havia uma bomba preparada para explodir o terminal de passageiros do aeroporto. Os agentes do Grupo de Bombas e Explosivos da PF (GBE) fizeram a varredura no local e encontraram o artefato escondido em uma lata de lixo próximo a área de embarque de passageiros. Depois de localizada pelo grupo antibombas, o explosivo foi retirado e detonado.

Esse tipo de exercício simulado é previsto em lei e para aeroportos com o porte do que existe em Corumbá devendo ser realizado a cada dois anos. Considerando todos os voos (regular, táxi aéreo e aviação executiva), o terminal aeroportuário corumbaense tem cerca de 30 mil usuários anuais, contabilizando embarques e desembarques.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions