A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

07/05/2011 10:56

Agricultora é autuada por armazenar agrotóxicos irregularmente

Nadyenka Castro

Ela jogava embalagens em meio à vegetação

Embalagens ficavam jogadas em meio à vegetação da propriedade rural. (Foto: Divulgação)Embalagens ficavam jogadas em meio à vegetação da propriedade rural. (Foto: Divulgação)

Uma agricultora do município de São Gabriel do Oeste foi autuada por crime ambiental porque armazenava agrotóxicos e descartava embalagens irregularmente.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), responsável pela autuação, na fazenda Prudence, localizada às margens da MS-430, foram encontradas centenas de embalagens vazias espalhadas pela propriedade, muitas delas utilizadas recentemente, além de outras com agrotóxicos.

A mulher responderá por crime ambiental previsto pelo artigo 56 da Lei 9.605/98 de: “produzir, processar, embalar, importar, exportar, comercializar, fornecer, transportar, armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos”.

Se condenada, a agricultora poderá pegar pena de um a quatro anos de reclusão. A PMA efetuou a apreensão dos produtos e confeccionou um auto de infração administrativo contra a proprietária da Fazenda e arbitrou multa de R$ 10 mil.




Colega não..... CUMADRE. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Orlando Lero em 09/05/2011 11:32:52
Engraçado né, essa senhora já recebeu o castigo por estar poluindo o meio ambiente já senhora que estava ou melhor esta destruindo animais, promovendo safaris, ainda esta aguardando a decisão judicial!!! esse é nosso Brasil.
 
Deometildes Marques em 08/05/2011 09:25:15
Deve ser colega da Madame BEATRIZ RONDON, assassina dos animais silvestres no municipio de Miranda-MS, donde hospeda loucos predadores de nossa fauna a troco de alguns trocados, inclusive fornecendo armas para os mesmos. Que vergonha, isso que ela é parente do nosso patrono das Comunicações do Exército Brasileiro e é nativa aqui do Mato Grosso do Sul, antigo Mato Grosso, que pena, mais uma mancha no nosso Estado, em vez de preservar, essas estirpes de pessoas, aristocratas rurais de meia tigela, donde vivem de heranças de antepassados, porque são incapazes de produzir, ainda ajudam da detonar nossos animais, que vergonha nacional, essa senhora, se tiver coragem, porque para matar onças ela tem, deveria vir a público pedir desculpas ao teatro sinistro e obsceno à que nos proporcionou à toda população do Estado do Mato Grosso do Sul,( ontem no Jornal Nacional ) e ainda peço à autoridade competente que não deixe passar em branco, pois a impunidade gera esse tipo de ação nefasta, essa senhora deveria se educar, pois tem dinheiro para propor safaris em sua propriedade, IBAMA e Polícia Federal, por favor em nome de todos os cidadãos Sul-Matogrossenses punam essa senhora com o rigor da Lei para mostrar o quanto ela é insensata e que seje de exemplo à todos os proprietários de terras .
 
João Ricardo em 07/05/2011 08:37:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions