A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

13/01/2012 18:13

Apesar de leve alta, níveis de rios seguem normais, diz Defesa Civil

Fabiano Arruda
No ano passado, nível do rio Aquidauana chegou a passar dos 10 metros e causou prejuízos na cidade. (Foto: arquivo/Wilson de Carvalho)No ano passado, nível do rio Aquidauana chegou a passar dos 10 metros e causou prejuízos na cidade. (Foto: arquivo/Wilson de Carvalho)

Mesmo com a incidência da chuva com intensidade desde o início do mês, os principais rios de Mato Grosso do Sul seguem com níveis considerados normais.

Veja Mais
Traficante é presa tentando levar maconha para 'boca de fumo' no Amapá
Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia

O rio Aquidauana, por exemplo, registra nesta sexta-feira 3,25 metros. Ontem à tarde marcava 3,16 metros, segundo informações do Corpo de Bombeiros do município.

O mesmo segue em Coxim, onde o rio subiu 80 centímetros, informa a corporação.

No passado, o nível do rio Aquidauana chegou a ultrapassar os 10 metros, desalojou famílias ribeirinhas e chegou a isolar o município.

Por conta disto, a Cedec/MS (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil) afirma que tem monitorado, diariamente, em conjunto com as coordenadorias dos 78 municípios, os níveis dos principais rios das bacias hidrográficas de Mato Grosso do Sul.

“Nenhum deles tem apresentado níveis elevados. Não estamos em estado de alerta até o momento”, garantiu o major da Defesa Civil Estadual, Adriano Noleto Rampazo, segundo informações do site de notícias do Governo do Estado.

A Defesa Civil analisa constantemente informações das cabeceiras dos rios e da situação de outras regiões como Cáceres (MT) até os pontos em que o rio atravessa o território sul-mato-grossense, consideradas determinantes para elevação do nível.

“Na planície pantaneira, no entanto, a subida é muito gradual. Esse é o ciclo normal das águas, até que, por volta dos meses de maio e junho, essa região começa a sentir os efeitos do volume maior de chuvas. Hoje a região tem apresentado baixos níveis”, explica Rampazo.

Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia
Mulher de 42 anos foi agredida pelo marido com uma garrafada no sábado (3), após ser vista conversando com as amigas em sua casa em Dourados, distant...
Domingo é de redação no segundo dia de prova do Enem em Paranaíba
Candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande, fazem neste domingo (4) as provas de reda...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions