A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

24/09/2014 18:18

Barco-hotel afunda no Rio Paraguai e 22 pessoas estão desaparecidas

Marta Ferreira, Elverson Cardozo e Liana Feitosa
Uma casa na região central da cidade ficou destelhada após o tornado. (Foto: Toninho Ruiz)Uma casa na região central da cidade ficou destelhada após o tornado. (Foto: Toninho Ruiz)
Árvores caíram na avenida principal do município. (Foto: Toninho Ruiz)Árvores caíram na avenida principal do município. (Foto: Toninho Ruiz)

Um barco-hotel de turistas virou na tarde desta quarta-feira (24), no Rio Paraguai, em Porto Murtinho, município localizado a 431 quilômetros de Campo Grande. Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros na cidade, tenente Landis Dorneles Pereira, de 48 anos, a embarcação naufragou com 27 pessoas a bordo. Vinte e duas estão desaparecidas, uma foi encontrada morta e três com vida.

As vítimas resgatadas foram encaminhas ao hospital da cidade. O acidente aconteceu, segundo Landis, por conta de um forte vendaval que atigiu a cidade por volta das 17h. “Derrubou mais de 100 árvores. Estamos cheios de ocorrências”, informou.

O Corpo de Bombeiros da cidade pediu apoio do batalhão de Jardim e Dourados. No Rio Paraguai, uma equipe de três miliares ainda faz buscas. O local onde a embarcação afundou tem pelo menos trinta metros de profundidade.

O prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda, estava em Campo Grande quando recebeu a informação. Ele está voltando para a cidade e já decidiu declarar estado de calamidade. Havia meia hora que ele tinha chegado em Campo Grande quando foi informado.

Veja Mais
Duas pessoas são assassinadas em barraco perto de assentamento
Ministério Público investiga asfalto deteriorado que custou R$ 36 milhões

Conforme o secretário Valber Noleto, a situação é bastante séria. Segundo ele, a ocorrência mais grave foi o naufrágio do barco, mas há, além de árvores caídas, imóveis destelhados pela ventania.

O naufrágio foi o segundo em dois dias em Mato Grosso do Sul. Ontem, também no Rio Paraguai, mas em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, um navio rebocador da Armada Boliviana naufragou e duas pessoas morreram.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions