A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

23/07/2015 11:48

Bebê nasce com dois sexos e família pede ajuda para tratamento em SP

Viviane Oliveira
A mãe com a criança no colo procurou uma das rádios da cidade de Três Lagoas para pedir ajuda com as despesas da viagem. (Foto: Rádio Caçula) A mãe com a criança no colo procurou uma das rádios da cidade de Três Lagoas para pedir ajuda com as despesas da viagem. (Foto: Rádio Caçula)

Um bebê de 3 meses nasceu com dois sexos em Três Lagoas, distante 338 quilômetros de Campo Grande. A criança já começou a fazer acompanhamento e avaliação no Hospital das Clinicas, em São Paulo e deve passar por cirurgia a partir dos 3 ou 4 anos de idade. As passagens serão pagas pelo Estado, mas a família pede ajuda financeira para despesas com hospedagem na cidade paulista.

Veja Mais
Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Condutor perde controle de caminhonete, derruba poste e foge

A madrinha da criança contou que o bebê foi registrado como menina, mas durante toda a gravidez os exames de ultrassom apontavam para um menino. “A surpresa dos dois sexos veio quando a criança nasceu”, explica a mulher de 32 anos.

A família foi orientada pelo hospital da cidade a levar o recém nascido para passar por exames especializados em São Paulo. Sem condições de bancar a viagem, a Justiça foi acionada e mandou que o estado pagasse a viagem. “Nós fomos no dia 30 do mês passado e a próxima consulta ficou agendada para setembro”, conta a madrinha.

Segundo ela, a mãe do bebê de 24 anos tem mais três filhos de 7, 3 e 1 ano e pede ajuda para conseguir fazer o tratamento na cidade paulista. A mulher é solteira e vive com uma renda de R$ 306. Antes do procedimento cirúrgico, o bebê vai passar por uma série de exames com médicos ginecologistas e urologistas para tentar identificar a sexualidade dele.

O caso - O bebê nasceu com uma modificação genética rara conhecida como hermafroditismo em que a criança desenvolve duas genitais, com estruturas masculinas e femininas completas ou não. O caso é considerado raro no Estado.

Para ajudar com as despesas da viagem e tratamento médico da criança, a família vai fazer no dia 11 de setembro deste ano, uma galinhada beneficente. Quem quiser ajuda no almoço pode ligar no telefone (67) 9286-5183.

Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Sofia de Almeida Flores, de 11 meses de vida, morreu na madrugada de hoje (5) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, após ficar ferida em acidente oc...
Homem de 33 anos é morto com golpes de facão e foice em fazenda invadida
Um homem de 33 anos foi morto a golpes de facão e de foice durante uma briga envolvendo índios na fazenda Novilho, município de Caarapó, a 283 km de ...



É uma pena se for realizada essa cirurgia, pois em casos de Intersexualidade ou hermafroditismo, somente a própria pessoa deveria decidir no futuro qual gênero optar, os pais ao permitirem essa cirurgia poderão estar cometendo um grande erro e com prováveis consequências, ou seja, estão pagando pra ver.
 
Yollanda em 24/07/2015 13:20:47
É uma pena se for realizada essa cirurgia, pois em casos de Intersexualidade ou hermafroditismo, somente a própria pessoa deveria decidir no futuro qual gênero optar, os pais ao permitirem essa cirurgia poderão estar cometendo um grande erro e com prováveis consequências, ou seja, estão pagando pra ver.
 
Yollanda em 24/07/2015 13:17:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions