A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

20/02/2013 18:11

Bolívia começa a devolver na próxima semana carros roubados para o Brasil

Nícholas Vasconcelos
Paulo Duarte (PT) se reuniu com cônsul brasileiro em Puerto Suarez nesta quarta-feira. (Foto: Divulgação)Paulo Duarte (PT) se reuniu com cônsul brasileiro em Puerto Suarez nesta quarta-feira. (Foto: Divulgação)

A Bolívia vai começar a devolver na próxima semana os carros roubados para o Brasil. A informação foi repassada hoje pelo cônsul brasileiro em Puerto Suarez, na Bolívia, Jairo Collier, ao prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PT).

Veja Mais
Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários

De acordo com o cônsul, já foram identificados cerca de 450 veículos, entre carros e motos roubados no Brasil e levados para o país vizinho. No próximo dia terça-feira (26), cerca de 100 veículos serão devolvidos em uma solenidade que deverá ocorrer na sede da Armada Boliviana, em Puerto Suarez.

Para o prefeito, o ato sela um importante acordo de cooperação entre os dois países.

"Esse ato tem um simbolismo muito grande para todos nós, apontando para um reinício de relação também entre Corumbá e as cidades bolivianas que estão próximas de nós como Puerto Quijarro e Puerto Suarez. A partir daí poderemos, seguramente, iniciar um trabalho para tirar essa ideia de que a fronteira representa perigo", diz Duarte.

Paulo Duarte completou dizendo que as cidades bolivianas vizinhas a Corumbá, devem ter uma relação de reciprocidade e o crescimento delas deve ser feito em conjunto. Por isso, após esse ato de devolução dos veículos, ele irá procurar os representantes de Puerto Suarez e Puerto Quijarro, para iniciarem um diálogo na intenção de formar parcerias que contribuam para o desenvolvimento do comércio e do turismo, tanto em Corumbá, quanto nas cidades bolivianas próximas ao município.

Outra proposta de Duarte, e que já foi muito aceita pelo cônsul brasileiro em Puerto Suarez, é buscar a realização de projetos, ainda que pequenos e que não dependam da intervenção do Governo Federal, mas que sejam de alto impacto e de baixo custo, que beneficiem tanto o lado brasileiro, quanto o lado boliviano, como uma câmara de cooperação mútua na área do comércio.

"Quero conversar sobre a questão do comércio local que envolve muitos bolivianos que é a Feira Brasbol. Precisamos urgentemente regulamentar esse comércio nos aspectos comercial e também de segurança", explicou Duarte, lembrando que em Corumbá a população boliviana tem uma presença marcante, à exemplo dos pequenos alunos que estão regularmente matriculados na Rede Municipal de Ensino e somam mais de 600 crianças.

Para Jairo Collier esse ato marca o início de uma próspera relação entre a Bolívia e Corumbá: "Após resolver essa questão dos veículos, poderemos iniciar uma agenda positiva entre Corumbá e as cidades bolivianas vizinhas ao município".

Dois homens são presos por suspeita de estupro de adolescentes
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Laguna Carapã, 287 km de Campo Grande. Eles têm 28 e 24 anos e teriam tido relação sexual com a...
Dupla armada invade madeireira e rouba dinheiro do pagamento de funcionários
Dois homens armados invadiram uma madeireira e roubaram R$ 15 mil por volta das 15h30 de ontem (9) no Distrito Industrial de Dourados - distante 233 ...
Homem tem carro roubado por assaltantes armados na MS- 289
Assaltantes armados renderam o condutor de um veículo modelo Vectra e roubaram o carro por volta das 23h desta sexta-feira (9) na MS-289, em Amambai ...



A muito tempo que o Brasil em conjunto com as autoridades bolivianas e paraguaias, teriam que adotar medidas severas e realmente transparentes para a devolução de veículos brasileiros que são roubados/furtados e geralmente trocados por drogas. Isso sempre foi vergonhoso e inaceitável, o governo brasileiro tem que ser mais enérgico e obrigar esses países a fazerem o que é certo que é cuidar das fronteiras e devolver imediatamente todos esses veículos, quantas vidas serão ainda perdidas, quantas famílias ainda terão que ficar sem seu chefe de família e/ou ente querido, como ocorreu recentemente com dois jovens que na flor da idade perderam a vida, simplesmente porque os bandidos roubaram o carro para trocar por drogas na Bolívia. Isso é inaceitável, cadê a soberania e força do nosso país?
 
Luciano Mendes em 21/02/2013 15:26:41
Tem que ter um acordo mais arrojado, para que um carro entrou no País lá, já identificar e aprender para devolver; assim acabará com as trocas malditas.
 
luiz alves em 21/02/2013 09:47:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions