A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

11/12/2011 22:17

Caçadores fogem após troca de tiros com policiais da PMA em Bataguassu

Francisco Júnior

Os policiais pediram reforço da Polícia Militar e efetuaram diligências até à noite e não conseguiram prender os caçadores.

Carcaças de capivaras foram abandonadas por caçadores. (Fotos: Divulgação/PMA)Carcaças de capivaras foram abandonadas por caçadores. (Fotos: Divulgação/PMA)
Caçadores também abandonaram 200 quilos de carne de capivara no acampamento.Caçadores também abandonaram 200 quilos de carne de capivara no acampamento.

Policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) trocaram tiros com caçadores na tarde deste domingo, em Bataguassu. Incidente aconteceu no rio Pardo, cerca de três quilômetros da cidade.

De acordo com a PMA, os policiais receberam uma denuncia de três pessoas estariam caçando capivaras. No local informado, foram recebidos a tiros pelo caçadores, que fugiram em seguida abandonando 200 quilos de carne de capivara e sete carcaças dos animais que foram abatidos com armas de fogo.

No acampamento, ainda foram encontrados un motor de popa e redes de pesca abandonadas dentro da embarcação, com plaquetas de um pescador profissional.

Os policiais pediram reforço da Polícia Militar e fizeram diligências até à noite e não conseguiram prender os caçadores.

Todo o material foi encaminhado à Polícia Civil de Bataguassu, que investigará a autoria do crime. Sendo identificados, os caçadores serão multados em R$ 3,5 mil cada e ainda responderão por tentativa de homicídio e crime ambiental.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



O que é que fazem com todo essa carne, deve ter algum restaurante que compra,3 não conseguem comer esse tanto,tomara que encontrem esses assassinos da natureza e que paguem bem caro por isso, se matam para se divertir ,que se divirtam na cadeia,estão matando inocentes.o que os animaizinhos fizeram de mal?
 
Gilson Marques/Luzimar em 12/12/2011 11:15:11
Esse comportamento pré-histórico deve ser reprimido com rigor. Uma simples punição pecuniária não serve de lição para esses infratores, possivelmente reincidentes. Uma pena de reclusão para esses covardes ainda seria pouco diante de tanta crueldade e covardia. Não devemos de maneira alguma tolerar esse tipo de crime.
 
adriano humberto ferreira de souza em 12/12/2011 10:45:55
absurdo... caçar é ridiculo. gostaria de ver essas pessoas no meio da mata sendo caçadas só pra depois relatarem qual a sensação...medo, pavor, desespero. se vc mata um animal por necessidade... sobrevivencia ai é outra historia, mas pela quantidade de carne encontrada não é bem esse o caso né. vamos aumentar a multa para esses criminosos.
 
FABIANE LORASCHI em 12/12/2011 10:32:09
Para quem não sabe no nosso estado e proibida a caça e não existe temporada de caça, agora o que existe são criadouros credenciados para criar animais silvestres para consumo exemplo disso e a carne de jacaré criado em cativeiro.
 
luiz da costa em 12/12/2011 08:01:37
Concordo que pessoas que abatem animais apenas por prazer ou por dinheiro devam pagar por seus crimes, mas acredito em temporadas de caça, com caçadores credenciados. O que aparece na foto realmente é um bando de incosequentes matando a bel-prazer. além do que esta foto não é de um acampamento, a não ser que seja o acampamento do Bill Gates.
 
Jardel Mendes em 12/12/2011 07:12:05
se todos tivessem consciencia de seus atos;nada disso aconteceria o que vamos deixar para nossos filhos?
 
ELIZABET MIRANDA em 12/12/2011 05:58:13
Se os bois entendessem nossa língua, será que iriam concordam se disséssemos que eles são criados para abate? Duvido!
 
juçara Rosa em 12/12/2011 04:56:26
Quero ver se o sr. Francisco Assis fosse touro, iria gostar de ser criado para abate! Na verdade seria muito bom se todos nós fossemos vegetarianos! todos os animais têm direito a vida!
 
Juçara Rosa em 12/12/2011 04:54:45
Caro Francisco Carlos, caso não saiba os bois não se enquadram na Lei de Crimes Ambientais, nesse caso não existe multa, e depois os bois são criados para tal fim, abate e consumo, as capivaras em questão so contam com a natureza para procriar, e crescer. Se informe antes de comentar algo.
 
Francisco Assis em 12/12/2011 03:16:14
Acampamento com piso de cimento, cobertura de telha e campo de futebol ao fundo?
Isso é uma fazenda e o proprietário deve ser responsabilizado. Tem peixe grande nessa história hein!!!
 
Sergio Padilha Ohland em 12/12/2011 03:08:26
Engraçado o boi é o que, tem vida e respira, porque o pessoal de abatedouro também cnão paga multa de 3.500 reais, cada, eu não se o povo sabe mas capivara se come também que nem boi. A lei deveria de ser aplicada a todos.
 
francisco carlos em 12/12/2011 02:19:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions