A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Fevereiro de 2017

22/12/2010 09:37

Celular salva taxista de Maracaju de levar tiro durante assalto

Marta Ferreira
Aparelho que salvou taxista de levar tiro ficou danificado.Aparelho que salvou taxista de levar tiro ficou danificado.

O taxista de Maracaju Ergulano Pereira Fernandes, de 56 anos, foi salvo por um celular ontem, durante uma assalto que resultou na prisão de três pessoas.

Durante o roubo, em que um dos ladrões fingiu se passageiro, houve luta corporal e um disparo de arma de fogo.

O tiro teria atingido a cintura do taxista não fosse a presença do celular, que ficou com as marcas do disparo.

O crime aconteceu por volta das 16h30de ontem. O taxista recebeu uma ligação de um falso cliente para uma corrida de um posto até a área central de Maracaju.

Ergulano foi até o local combinado por telefone e o suposto cliente Alexsandro Atenhouzer, de 29, informou uma nova rota e pediu para que o taxista buscasse um amigo dele no trevo que liga Maracaju a Itaporã.

No trajeto, um veículo Gol que seguia o Pálio do taxista, começou a dar sinal de luz para que ele parasse. Notando que se tratava de uma armadilha,

O taxista acabou iniciando uma discussão com o falso passageiro. Segundo a Polícia informou, Alexsandro sacou a arma e anunciou que se tratava mesmo de um roubo. A vítima, então, acelerou o carro até 180 quilômetros por hora e manteve em alta velocidade e disse que se o assaltante atirasse, poderia perder o controle e ambos morrerem.

O assaltante insistiu para que a vítima parasse o veículo, e diante da negativa, acabou disparando a arma. O tiro acertou o parábrisa do carro. Outro tiro disparado, em direção à cintura do taxista, e acabou atingindo o aparelho celular. O Gol que fazia a perseguição ao taxista capotou e o condutor fugiu a pé.

O taxista, então, segundo o relato, conduziu o carro para o acostamento, mas o veículo caiu numa lavoura de soja. O assaltante correu para um lado, enquanto o taxista para outro. A vítima pediu um telefone emprestado para condutores que passavam pelo local e acionou a Polícia Militar de Maracaju.

Os policiais militares prenderam três envolvidos no roubo, Alexsandro, que cumpria pena no regime semiaberto e estava uma arma calibre 38, Rodrigo Bronzer Capelari, de 25 anos, que estava indo socorrer Alexsandro numa moto com placa de Dourados, e Fabiano Marques Viana, de 23 anos. Este último teria locado o veículo Gol, utilizado para perseguir o taxista.

Todos foram encaminhados para a cadeia pública de Maracaju.




E AINDA DIZEM QUE MILAGRES NÃO ACONTECEM, GRAÇAS AO NOSSO BOM DEUS ESTE MOTORISTA FOI SALVO.
 
Marcia Aparecida da Silva em 23/12/2010 08:21:32
Essa é mais uma das provas que Deus existe, e quando não é a hora de morrer ele faz coisas milagrosas para salvar a nossa vida, nesse caso ele usou o celular para salvar a vida desse homem.
 
Alcides Cunha em 22/12/2010 10:32:31
Gostaria de dar os parabens ao taxista que agiu com inteligencia e frieza necessaria nessas situações; felizmente os bandidos foram presos
 
Neli J. Jorge em 22/12/2010 09:51:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions