A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

03/08/2015 07:58

Cidade que homenageia mineiro no nome faz 61 anos nesta segunda-feira

Caroline Maldonado
Apresentação da banca municipal marcou comemoração do aniversário (Foto: Cassilândia News)Apresentação da banca municipal marcou comemoração do aniversário (Foto: Cassilândia News)

Joaquim Balduíno. Esse é o nome do mineiro que chegou em 1931 nas terras que formam o município de Cassilândia. Conhecido como Cassinha, ele deu nome ao povoado que, em 1954, virou a cidade que hoje completa 61 anos.

O município comemorou o aniversário no domingo (2), com apresentação da Banda Marcial do Exército, show de cantores locais, além do tradicional desfile de tropas.

Conforme os memorialistas que registraram a história da região, em 1944, Cassinha doou parte de sua fazenda para a expansão do povoado, que, primeiramente, foi denominado São José. Mais tarde, em homenagem ao pioneiro, o local tornou-se Cassilândia.

Em março de 1946, veio a primeira escola, que foi chamada Sra. Aidê Amin. Cassinha foi assassinado por desconhecidos, segundo os cronistas da época. Ele era proprietário de balsas para a travessia do Rio Aporé, que faz a divisa natural com o Estado de Goiás. O rio tem muitas cachoeiras e corredeiras, propícias a esportes de aventura, como o rafting e o boiacross, esporte comum na região.

Em 1948, foi criado o Distrito de Cassilândia, emancipado em 1954. Com população estimada em 21,5 mil habitantes, a cidade tem a economia baseada na agropecuária, conforme o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A história da cidade é marcada também pela imigração de outras famílias mineiras, além de gaúchos e libaneses.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions