A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

25/04/2014 14:34

Com 2 mil detentos, penitenciária de Dourados tem recorde de superlotação

Mariana Lopes
Presídio de Segurança Máxima de Dourados tem capacidade para somente 718 detentos (Foto: Dourados Agora)Presídio de Segurança Máxima de Dourados tem capacidade para somente 718 detentos (Foto: Dourados Agora)

Nas celas da Penitenciária de Segurança Máxima de Dourado a capacidade é para 718 detentos. Mas, nesta sexta feira (25), a superlotação bateu recorde, com 2.056 internos, e a previsão é de que, até o final do dia, o número suba para 2.060.

Veja Mais
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira

Em entrevista ao site Dourados Agora, de notícias locais, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Dourados, Márcio Fortini, afirmou que a entidade checou as condições dos detentos e, diante da situação, elaborou um relatório completo que foi entregue às principais autoridades estaduais e federais.

No documento, Fortini disse que pontuou as principais reclamações dos encarcerados e a OAB espera que seja tomada alguma atitude. Entre as observações dos detentos, está a falta de saneamento básico, como falta de água e esgoto, além de assistência médica precária.

Mas a principal reclamação dos detentos é em relação à demora no andamento dos processos. Segundo Fortini, muitos deles acreditam que poderiam estar em liberdade se os trâmites jurídicos fossem acelerados.

Ainda segundo o Dourados Agora, Fortini destacou que o problema no sistema carcerário é em todo o Brasil. Ele afirma que no País existe um déficit de 200 mil vagas em presídios, e ainda há aproximadamente 500 mil mandados de prisão em aberto, prestes a serem cumpridos.

“A mudança é lenta, ocorre a longo prazo, mas algumas medidas como a construção de novos presídios, mais agilidade nos processos jurídicos e a mudança do Código Penal com implantação de penas alternativas, acredito que possam desafogar as prisões”, concluiu Fortini.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions