A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

24/02/2015 15:47

Com chuva quase todo dia, nível do Rio Paraguai sobe 5 cm por dia

Mariana Rodrigues
Rio Paraguai em Ladário subiu mais 4 centímetros e marca 2,78 metros. (Anderson Gallo/Diário Corumbaense)Rio Paraguai em Ladário subiu mais 4 centímetros e marca 2,78 metros. (Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

Com a grande quantidade de chuva que caiu em Corumbá - distante a 419 quilômetros de Campo Grande, no mês de fevereiro, a precipitação pluviométrica registrada durante o período de 1° a 22 deste mês foi de 258, 2 milímetros de chuva, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), já choveu quase dez vezes mais do que em janeiro deste ano.

Veja Mais
Duas pessoas ficam feridas após veículo capotar em estrada vicinal
Traficante solta algemas e tenta fugir após ser apreendido com 115 kg de maconha

Segundo informações do site Diário Corumbaense, com o aumento das chuvas, os níveis do rio Paraguai também aumentaram. O pesquisador da Empraba Pantanal, Carlos Roberto Padovani, alertou a população ribeirinha para a continuidade das chuvas, especialmente nas bacias das cabeceiras dos rios Paraguai e Cuiabá.

Em Ladário, o nível máximo previsto era de 4,6 metros, a régua registrou ontem (23) 2,74 metros, valor que representa 67,8% da estimativa para o ano. Somente no dia 21 de fevereiro, o rio Paraguai subiu 18 centímetros na régua ladarense; em média a alta tem sido de 5 centímetros por dia.

Um dos afluentes do rio Paraguai, o rio dos Bugres, registrou um pico de 4,13 metros no último dia 13, marcando um aumento de 2,80 metros em relação ao nível registrado no dia 04 (que foi de 1,33 metro). Segundo Padovani, a frente de cheia influenciada pelas chuvas se propaga pelo rio Paraguai.

Em Bela Vista do Norte, por exemplo, o nível do rio deve aumentar em pelo menos um metro em relação ao nível registrado no dia 16 deste mês, passando de 3,95 metros para 4,5 a 5 metros na metade de março.

O nível do rio Paraguai neste começo de 2015 é maior que no início de 2014, ano em que a centenária régua do 6º Distrito Naval de Ladário registrou altura máxima de 5 metros e 42 centímetros. No mesmo período do ano passado, a marca era de 1,73 metro, 1 metro a menos que o registrado ontem.

“No Pantanal do MS, caíram fortes chuvas de até 270 mm entre os dias 05 e 07 de fevereiro na região do rio Miranda, Aquidauana, rio Negro, Abobral, rio Vermelho, baixa Nhecolândia, norte do Nabileque e rio Paraguai na região de Corumbá. Essas regiões, que estavam relativamente bem drenadas, receberam uma carga de chuva, favorecendo uma situação preocupante com relação à frente de cheia que virá do norte da bacia", alertou o pesquisador da Embrapa Pantanal.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions