A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

22/08/2014 07:53

Condenado a 189 anos de prisão trio que matou 3 em pesqueiro

Viviane Oliveira
O crime aconteceu em 2010 e os corpos foram encontrados dois meses depois. (Foto: arquivo/Dourados Agora) O crime aconteceu em 2010 e os corpos foram encontrados dois meses depois. (Foto: arquivo/Dourados Agora)

Os três réus julgados nesta quinta-feira (21), foram condenados as penas somadas de 189 anos de prisão por participação no assassinato de José Hélio Louvandoski Toniazo, 50, Maicon Hélio Marques Louvandoski, 24, e Manuel Leal Araújo, 37, em setembro de 2010, em pesqueiro na região do Jardim Guaicurus, em Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Menino estuprado por dois adolescentes deve ter alta neste sábado
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164

Iédison da Silva Graça, o “Zé Goré”, preso em 2012 em uma fazenda na região de Glória de Dourados, recebeu pena de 63 anos. Dirceu Vasquez foi condenado a 63 anos e 9 meses e Marcos Aurélio da Silva, considerado foragido da justiça, 62 anos e três de reclusão em regime fechado. Uma quarta pessoa, Júnior de Souza Pereira, acusado de ser o mandante do crime, ainda não foi julgado. Dirceu e Iédison foram julgados pela execução a tiros das três vítimas.

O caso - De acordo com o MPE ( Ministério Público Estadual), Júnior e Marcos, com o auxílio de Iedson e Dirceu, teriam atraído as vítimas para uma empresa de um dos acusados que fica próximo a uma universidade da cidade, onde armaram uma emboscada para cometer os assassinatos.

Ainda de acordo com o MPE, os acusados imobilizaram as três vítimas, levaram para uma mata, que fica atrás de um pesqueiro de propriedade do sogro de Júnior, onde teriam matado e enterrado os três corpos. O crime aconteceu no início de setembro, mas os corpos só foram encontrados dois meses depois, nos dias 17 e 18 de novembro, já em avançado estado de decomposição.

A morte de Manoel e Maicon, teria sido acertada entre os acusados depois de um desentendimento por conta de uma dívida que Júnior teria contraído em seu nome em favor de Acácio. Júnior e Marcos teriam contratado Iedson e Dirceu para executarem os assassinatos. (Com informações do site Dourados News e Dourados Agora)

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions