A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

06/08/2012 11:47

Confusão no trânsito acaba com pai e filho esfaqueados por empresário

Mariana Lopes

O autor foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. Ele desferiu golpes de faca no tórax do pai e no rosto e pé do filho.

Pajero do empresário Ricardo Ojeda Panccieri foi apreendida e está no pátio da Delegacia (Foto: Sidnei L.Bronka/Dourados Agora)
Pajero do empresário Ricardo Ojeda Panccieri foi apreendida e está no pátio da Delegacia (Foto: Sidnei L.Bronka/Dourados Agora)

Um acidente de trânsito, ocorrido neste domingo (5), acabou com pai e filho esfaqueados em Dourados, cidade distante 233 quilômetros de Campo Grande. O empresário Ricardo Ojeda Panccieri, de 42 anos, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.

Segundo boletim de ocorrência, Ricardo estava em uma Pajero e foi ultrapassar pela direita a Kombi na qual estavam Joaquim Cubilha da Cruz, de 41, e o filho, William Cubilha da Cruz, de 18 anos. Os retrovisores de ambos os veículos foram danificados.

Duas quadras adiante do local da colisão, o empresário abordou os passageiros da Kombi com uma faca na mão e obrigou os dois a descerem do veículo. De acordo com B.O., os três discutiram no meio da rua e, durante a confusão, Joaquim foi esfaqueado no peito e William no rosto e no pé.

Ainda de acordo com o boletim registrado pela Polícia Militar, Ricardo deixou o local e foi preso na casa dele. Segundo a polícia, o empresário resistiu à prisão e desacatou os policiais. Por causa disso, além da tentativa de homicídio, Ricardo também foi autuado por desobediência e desacato. Ele está preso na 1ª Delegacia de Dourados.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



Você que não leva desaforo pra casa, pense bem. Muitas vezes um desaforo que você leva para casa pode ser pode ser descarregado num momento de relax, numa oração ou pode ser esquecido com o abraço de uma pessoa que te espere em casa. Não é um motivo para pensar bem?
 
Warley Ezequiel da Silva em 06/08/2012 12:35:12
muitas vezes é melhor levar desaforo pra casa e desconta-lo em uma pescaria num pesg pag qualquer da vida,do que dar uma de valente e comer capim pela raiz no cemitério local,o mal do ser humano é querer substimar o adversário achando que é o bicho da goiaba.
 
francisco da silva em 06/08/2012 04:56:12
Aqui tem muito barbeiro e motorista mau educado. Estacionam em frente a frente a garagens, fila duplua, calcadas, e outras barbaridades e nao vejo a Policia agindo para coibir estas faltas graves. Tem que aplicar multas pesadas para educar os maus.
 
Jorge Junior em 06/08/2012 04:25:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions