A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

02/12/2014 12:24

Criminosos "emprestaram" kombi de oficina para roubar frigorífico

Viviane Oliveira
Ricardo, Welinton, Sandro e Edilson foram apresentados nesta manhã. (Foto: Nova Notícias) Ricardo, Welinton, Sandro e Edilson foram apresentados nesta manhã. (Foto: Nova Notícias)

Quatro dos seis acusados de assaltar o frigorifico Navi Carnes durante a madruga de ontem (1º) foram presos, em Nova Andradina, a 300 quilômetros de Campo Grande. O bando foi apresentado pela Polícia Civil na manhã desta terça-feira durante coletiva de imprensa.

Os acusados são Ricardo Araújo, 41 anos, Welinton de Souza Carvalho, de 31 anos, Sandro Pereira dos Santos, de 28 anos, e Edilson Silva Alves, de 20 anos. Depois de ouvir os funcionários do local, a polícia chegou até os ladrões.

Ricardo é mecânico e morador de Nova Andradina. Ele disse que pegou o veículo Kombi sem autorização da oficina onde trabalha e emprestou para os outros três, porém não sabia que iriam roubar o frigorífico. Com o trio, a polícia encontrou diversas laminas de cheque do Banco Sicredi e do Bradesco, além de R$ 3.2 mil que foram recuperados.

Na casa onde estava os três, o delegado disse que foram encontrados dois capuzes, selos fiscais, celulares e roupas usadas no roubo. Para a Polícia Civil, os três, contaram versões diferentes sobre o roubo, mas assumiram a participação.

O crime - Seis homens invadiram o frigoríficos e renderam um segurança e os funcionários. Duas pessoas foram obrigadas a tirar as roupas e foram amarradas estando apenas com a roupa íntima. Outros trabalhadores ficaram trancados em uma sala. Para roubar dois cofres, os assaltantes arrombaram três portas e invadiram o setor financeiro e o escritório da direção da empresa.

A quadrilha conseguiu fugir, mas as vítimas acionaram a polícia. Por volta das 4h uma Kombi foi localizada incendiada na região do Jardim Monte Carlo, no final da Avenida Ivinhema, em Nova Andradina.

Ainda segundo o jornal Nova News, apenas um cofre arrombado estava no interior do veículo. A polícia acredita que os ladrões tenham experiência com esse tipo de ação criminosa e envolvam pessoas da região, já que funcionários ou ex-funcionários da empresa podem ter participação no caso.

Quando chegaram no local, um dos criminosos disse ao guarda que não reagisse, já que eles sabiam como ocorria a movimentação da empresa. "Nós já sabemos de tudo. Já conhecemos todo o movimento", teria dito um dos autores ao guarda que estava de plantão no local.

Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...
Detentos são flagrados com celular cheio de vídeos de sexo com criança
Agentes penitenciários encontraram um celular contendo cenas de sexo com uma criança, na cela onde estão presos Luis Felipe Barbosa dos Santos, 19 an...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions