A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017

26/04/2013 11:19

Dona de bar é presa por exploração sexual em Corumbá

Nadyenka Castro
Operação policial fechou ponto de prostituição em Corumbá. (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)Operação policial fechou ponto de prostituição em Corumbá. (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)

Uma mulher de 39 anos, proprietária de um bar de Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, foi presa na noite da última quarta-feira por exploração sexual. No comércio dela foram encontradas 10 mulheres e três clientes, um deles portando maconha.

No local havia um quarto com cama, o qual era alugado pela mulher, que também cobrava por preservativos. As garotas de programa e os homens confirmaram à Polícia a prostituição.

O flagrante foi resultado de operação realizada pela DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher); Daij (Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso), com o apoio do 1º Distrito de Polícia Civil.

"Estes locais onde estamos realizando a fiscalização são todos pontos que detectamos através de denúncias da própria população e de investigação. Esse bar, na área central nos trazia grande preocupação, pois, além de recebermos denúncias de prostituição, as mulheres estavam abordando os clientes na rua, na calçada, no entorno. Além disso, o bar funcionava durante o dia e na área, há escolas e muitas meninas passam pelo local, logo, os ‘clientes' já alcoolizados, também chamavam essas meninas para o interior do bar", frisou ao Diário Online a delegada Priscila AnudaQuart, da Daij.

O bar está com o alvará em dia para o funcionamento. Na quarta-feira, logo após o flagrante, ele foi fechado, mas de acordo com a delegada, poderá funcionar posteriormente, após se regularizar, retirando a cama que há no quarto dos fundos e sem a exploração sexual no local.
(Com informações do Diário Online)

 

Apuração no HR conclui que não houve 'falha ética' em mortes no local
Uma investigação interna realizada pela direção do HR (Hospital Regional) de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande para apurar a mo...
Carreta da Justiça oferecerá serviços a partir do próximo dia 13
Carreta da Justiça, programa do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que oferece serviços do judiciário de forma gratuita, chegará ao mun...



isso eh uma vergonha lugares assim nunca mais deveriam funcionar!! quem garante q a prostituição naum vai continuar.... isso eh um crime contra as mulhesres q mtas vezes se sujeitam pois naum tem como trabalhar e ganhar seu dinheiro dignamente ai sao vitimas desses bandidos. !!
 
Bruna Rodrigues em 29/04/2013 07:25:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions