A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

14/09/2012 12:46

Em Paranhos, moradores ficam sem energia por 3 horas

Elverson Cardozo e Luciana Brazil
Paranhos fica a 469 quilômetros de Campo Grande. (Foto: Rodrigo Pazinato)Paranhos fica a 469 quilômetros de Campo Grande. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A cidade de Paranhos, a 469 quilômetros de Campo Grande, ficou sem energia por pelo menos 3 horas na manhã desta sexta-feira (14), das 8h às 11h. O problema, segundo os moradores, é recorrente.

Veja Mais
Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Desaparecida há dois dias, jovem é encontrada morta às margens da MS-427

A auxiliar de desenvolvimento infantil, Lúcia Pavão, de 24 anos, afirmou que a energia cai com frequência, mas os cortes são programados e acontecem sempre no período da manhã.

O anúncio da Enersul, empresa que atende a cidade, é feito pelo rádio. “Ontem avisaram”, disse. Mas, apesar do aviso, a situação gera transtornos, relatou.

Alguns moradores acreditam que o problema está em Sete Quedas, município próximo à Paranhos.

Maria Aparecida de Oliveira, de 54 anos, ouviu falar que estão trocando a rede de distribuição da cidade. “Às vezes acaba a noite e só volta na madrugada”, contou.

Problema acidental - A assessoria de imprensa da Enersul informou que a queda de energia ocorreu das 8h26 às 11h03. Segundo a empresa, o problema foi ocasionado porque um isolador da rede instalado na cidade quebrou em função de fortes ventos.

A concessionária de energia não confirma o aviso via rádio nem a troca da rede de distribuição mencionada pelos moradores, mas relata que a empresa faz manutenções constantes em todas as cidades que atende.

A Enersul afirma ainda que não foi um "desligamento programado" e sim um “problema acidental”.

Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Diones Luiz Pedrosa Farias, 21, foi encontrado morto com o pescoço cortado com uma faca, na rodoviária de Amambai, distante 366 km de Campo Grande, n...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions