A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

15/02/2014 12:08

Estudantes publicam mais vídeos de brigas e escola não pode punir envolvidos

Filipe Prado

Mais vídeos de brigas, envolvendo adolescentes dentro de escolas, começaram a circular pelas redes sociais. No entanto, segundo um vereador, a escola não pode punir os envolvidos nas agressões. 

Veja Mais
Marido agride mulher e tenta se enforcar em seguida, mas vai preso
Empresa é multada em R$ 21 mil por transporte ilegal de etanol

Na última quarta-feira (12), um vídeo mostrando dois meninos brigando em uma escola de Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande, foi parar na internet e causou polêmica entre os internautas, ontem (13) mais um vídeo foi divulgado, desta vez, envolvendo duas adolescentes da Escola Estadual Cândido Mariano, também na cidade.

Um dos vídeos mostra duas meninas aos puxões de cabelo e “rolando” por uma arquibancada, logo separadas por um rapaz. Os outros dois são de uma suposta revanche, que ocorreu no dia 11, entre dois alunos da mesma escola.

A escola Cândido Mariano postou em sua página do Facebook uma mensagem lamentando as brigas ocorridas e pedindo paz aos alunos. “Porque não filmarmos e jogarmos nas redes quando vocês conseguem premiações como melhores alunos ou melhores atletas? Queridos alunos..., cultivemos uma cultura pela PAZ, sejamos diferentes!!!”, relatou um trecho da mensagem.

A delegada da Mulher, Marilda do Carmo Rodrigues, que atendeu o primeiro caso na Escola Estadual Cejar (Coronel José Alves Ribeiro), disse que a escola comunicou o caso ao MPE (Ministério Público Estadual), que tomará as devidas providências sobre o ato infracional.

De acordo com o vereador Paulo Reis (PMDB) que disse estar auxiliando o MPE nestes casos, as escolas, por conta do regimento interno, “são proibidas de suspender os alunos envolvidos nas brigas”. Ele afirmou que o regimento da Secretaria de Educação não permite a penalização da criança.

“Eu acho que nós devíamos abrir uma discussão sobre isso, pois muitas pessoas estão fingindo que nada está acontecendo”, completou o vereador.




Cade os videos? Quero ver o pal torar. kkk
 
Rafa Oliveira em 17/02/2014 13:52:25
LIVRO ANDRAGOGIA EM AÇÃO
Falar e esperar que o outro entenda exatamente o que pensa é uma árdua tarefa.
O professor que não aprende a comunicar, fala, mas não ensina. Ele discursa, mas não comunica.
Saia do comum. Decida ser diferente e surpreenda seus alunos!
Este livro é imprescindível para educadores e palestrantes (Faculdades, Igrejas, Escolas...)
Livro Andragogia em Ação, acesse nosso site:
http://www.kyriosonline.com.br/Livro-Andragogia-em-Acao-Zezina-Bellan/prod-1080532/
 
Livraria Kyrios em 15/02/2014 12:43:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions