A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

25/10/2015 11:53

FAB confirma perseguição e abate de aeronave ilegal e sem plano de voo

Luana Rodrigues
Vídeo foi registrado por moradores. (Foto: Reprodução Vídeo)Vídeo foi registrado por moradores. (Foto: Reprodução Vídeo)

A FAB (Força Aérea Brasileira) confirmou ao Campo Grande News na manhã deste domingo(25), que tentou interceptar por meio de abate, uma aeronave suspeita de tráfico de substâncias entorpecentes e drogas, no espaço aéreo, próximo ao município de Japorã - distante 487 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Mulher é assaltada em saída de banco e tem malote com R$ 67 mil levado
PM recorre a 'mata-leão' para algemar invasor de conveniência

Conforme informações da Força Aérea, "durante uma operação rotineira de policiamento do espaço aéreo, uma aeronave suspeita foi detectada sem ter um plano de voo. O avião estava em uma rota conhecida por ser utilizada para atividades ilícitas. Os meios de defesa aérea foram acionados e a aeronave foi interceptada e acompanhada em voo."

Segundo a FAB, foram adotadas medidas de averiguação, intervenção e persuasão da aeronave, na tentativa de identificá-la via rádio ou sinais visuais; além de interceptá-la com o objetivo de forçar o seu pouso em aeródromo. Depois disso, os militares realizaram disparos de maneira que os tripulantes vissem e obedecessem a ordem de parada.

Como todas as medidas legais foram desobedecidas, foi realizada a medida de destruição, que consiste no disparo de tiros, feitos pela aeronave de interceptação, com a finalidade de provocar danos e impedir o prosseguimento do vôo da aeronave suspeita.

Logo após os tiros, a aeronave invasora seguiu em direção ao Paraguai, e não pode mais ser localizada pelos militares brasileiros.

Desde ontem(24) autoridades brasileiras e paraguaias trabalham para localizar a referida aeronave, além de seus tripulantes, mas até agora nenhum indício foi encontrado.

Veja o vídeo da perseguição:




Com esse desgoverno dos PETRALHAS o espaço aéreo das regiões de fronteira e as fronteiras terrestres são regiões sem lei, pessoas entram e saem sem nenhuma fiscalização, paraguaios disfarçados de índios (pois falam guarani) estão invadindo propriedades brasileiras, e sem nenhuma ação do governo federal.
 
wild em 25/10/2015 12:23:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions