A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

08/06/2011 14:42

Titular de área ocupada por índios em Dourados vai pedir reintegração de posse

Vanda Escalante

Funai diz que acompanha a situação e, em Douradina, outro grupo está em área rural que já havia sido ocupada em 2005

Em Dourados, guarani-kaiowá ocupam área vizinha à reserva indígena. (Fotos: Cesar Firmino/Douradosagora)Em Dourados, guarani-kaiowá ocupam área vizinha à reserva indígena. (Fotos: Cesar Firmino/Douradosagora)

A ocupação de uma área de aproximadamente 26,8 hectares, nas proximidades do Anel Viário de Dourados, por índios guarani-kaiowá que vivem na reserva indígena do município deve ir parar na Justiça. Darci Lago Decian, filho do dono oficial do terreno (Achilles Decian) e responsável pela área, disse que pretende, até o início da semana que vem, entrar com pedido de reintegração de posse.

A reserva de Dourados tem que tem 3,6 mil hectares e abriga duas aldeias, a Jaguapiru e a Bororó. O terreno ocupado é uma área contígua à aldeia Bororó. Afirmando que não quer conflito e que sempre procurou “o caminho da Justiça”, Darci Decian afirmou que teme pelo acirramento dos ânimos e pelo aumento da tensão no local.

“Eu esperava que as autoridades tomassem uma providência. O produtor não agüenta mais ser tratado como bandido e, do jeito que está indo, a situação caminha para um lado perigoso aqui na região”, avalia.

De acordo com Decian, no entanto, o terreno ocupado estava sendo negociado para se tornar um loteamento. “Como é próximo da cidade e ficou valorizado com a construção do Anel Viário, a gente achou que era uma boa hora para vender, mas agora ficou tudo complicado”, diz. Ele afirmou ainda que a área foi adquirida por seu pai no final da década de 1980.

Funai - A coordenação regional da Funai (Fundação Nacional do Índio) em Dourados tem acompanhado a questão e, segundo o assessor técnico do órgão, Diógenes Cariaga, a prioridade é atender as necessidades básicas das famílias que estão no local, como cuidados com saúde e alimentação.

As informações são de que, desde o dia 29 de maio, quando começaram a ser montados barracos de lona, aproximadamente 30 pessoas estejam ocupando a área. No entanto, a expectativa dos indígenas seria de reunir no local cerca de 120 famílias e o grupo estaria pleiteando uma área total de 6 mil hectares.

Cariaga disse que a Funai ainda não tem um levantamento a respeito da quantidade de pessoas. O assessor técnico afirmou também que a Funai está preparando um diagnóstico e acompanha a situação “observando ambos os lados”.

Em Douradina, outro grupo ocupa área rural e pede agilidade na demarcação das terras. Em Douradina, outro grupo ocupa área rural e pede agilidade na demarcação das terras.

Douradina - Em Douradina, outro grupo guarani-kaiowá está ocupando, desde o dia 25 de maio, uma área ao lado da aldeia Panambi (Lagoa Rica). Em 2005 os índios já haviam montado acampamento no local, mas um acordo entre as partes teria encerrado a questão.

Segundo inforamações do site Douradosagora, no acampamento denominado pelos índios como Gwyra Kambi Ỹ estão vivendo 56 famílias, num total de 180 pessoas.A ocupação da área seria um protesto contra a morosidade no processo de demarcação da propriedade, que eles afirmam ser indígena.

De acordo com o assessor técnico da Funai, esse movimento de retomada das áreas tradicionais tem sido constante nos últimos 20 anos. Segundo Diógenes Cariaga, a Funai também “acompanha e observa” a situação em Douradina.

Em Douradina a situação também é tensa. De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Dourados, Marisvaldo Zeuli, os proprietários já entraram na Justiça para desocupar a área onde, segundo ele, estaria havendo prejuízo a pequenos produtores.




Parabéns ao povo Kaiowá Guarani por tamanha coragem de enfrentar o golias do agronegócio que espoliou suas terras.

Que esta seja a continuidade de outras que virão.
Vida para as crianças
 
Henry Facchinni em 09/06/2011 12:41:51
SABEMOS Q DE NADA ADIANTA DAR TERRAS A INDIOS, PROVA DISSO E A RESERVA RAPOSO SERRAQ DO SOL ONDE HOJE FAZENDEIROS ESTA NA MISERIA POIS NAO FORAM INDENIZADOS E INDIOS NA FAVELA POIS NAO TEM MAIS EMPREGO QUE ANTES OS FAZENDEIROS DAVAM, POIS COMO SABEMOS INDIOS NAO SABEM PLANTAR UM PE DE MANDIOCA. NO BRASIL PRA TEM-SE A PROPORCAO DE 200 HCT DE TERRA PARA CADA INDIO , JA NOS ESTADOS UNIDOS 28 HCT E AINDA RECLAMAM QUE QUEREM MAIS. PRA QUE AFINAL? SAO USADOS PARA MANOBRAS DE ORGAOS CORRUPTOS E INCOMPETENTES DA FUNAI. QUEREM DAR AO INDIO ENTAO INDENIZE OS FAZENDEIROS Q POSSUEM O TITULO DE PROPRIEDADE. MARIA h COUTINHO E HENRY FACCHINNI SUGIRO QUE SE INFORMEM DA SITUACAO POIS O COMENTARIOS DE VCS MOSTRAM MUITA IGNORANCIA EM RELACAO AO TEMA.
 
CESAR PALMIERE em 09/06/2011 10:27:17
Que os Indios devam ter o seu lugar eu concordo, que tenham condições de se manterem, de poder continuar com suas tradiçoes, o problema é que os orgãos responsáveis por eles (Funai / Funasa) fazem pouco caso pra eles. Em Dourados no Distrito do Panambi, tiraram produtores qua estavam la desde o anos 40 pra deixarem para os Indios, só que hoje os indios estão passando fome, pois eles tem a terra mas não sabem cultivar, e os reponsáveis abandonaram os mesmo, por isso, de que adianta dar terras aos Indios, se depois os mesmos não sabem fazer nada, se sabem caçar e pescar porque não leva-los para Amazonia, lá sim tem muita terra, rios e caça. Portanto é simples só ficar criticando quando o problema não é contigo, pois na hora que for tenho certeza que muitos irão mudar de opnião.
 
Adir Paulo em 09/06/2011 08:54:03
Abandonados pelo Estado brasileiro, nossos índios são manipulados pelo indigenismo internacional, ideológico e dinheirista, e jogados contra aqueles aos quais o Estado vendeu suas terras, como devolutas. Sem a manipulação para a promoção do ódio, índios e proprietários poderiam estar juntos, em Brasília, exigindo justiça e competência da mais nefasta burocracia do país: Funai. Não se compra terras para índios, não se lhes dá educação e preparo para o trabalho, para mantê-los como massa de manobra dos promotores do ódio entre brasileiros.
 
Valfrido M. Chaves em 09/06/2011 04:10:55
OS INDIOS TEM TODO O DIREITO NAS TERRAS, AS TERRAS SÃO DELESELES QUEREM APENAS VIVER EM PAZ COM SEUS COSTUMES, CRIANDO SEUS FILHOS, CAÇANDO E PLANTANDO.
SOU A FAVOR QUE AS TERRAS FIQUEM COM OS INDIOS.
 
Maria Helena Coutinho em 08/06/2011 05:22:56
Estes Indios querem terra para fazer iqual no que não plantaram nem um pé de mandioca
 
josé claudemyr de araújo matos em 08/06/2011 03:55:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions